INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Reino Unido intervém no caso Latifa: MNE aciona ONU para explicações sobre "casa-prisão" nos Emirados 17 Fevereiro 2021

O ministro britânico dos Negócios Estrangeiros declarou hoje que vai pedir a intervenção da ONU para que os Emirados Árabes Unidos esclareçam sobre a situação da princesa Latifa que apareceu ontem num vídeo a denunciar que está presa em casa desde a sua última fuga em 2018. "Sou uma refém e esta casa foi convertida na minha prisão", diz a filha do líder dos EAU, o sheikh Mohammed bin Rashid al-Maktoum. A gravação-vídeo está a ser transmitida em episódios na televisão pública do Reino Unido desde ontem, terça-feira.

Reino Unido intervém no caso Latifa: MNE aciona ONU para explicações sobre

O vídeo divulgado pelos apoiantes de Latifa — que inclui o seu primo-irmão Nasrine, residente em Inglaterra — dá a primeira notícia sobre a princesa desde 2018, altura em que os Emirados divulgaram fotos dela por ocasião dum encontro com a representante das Nações Unidas.

"Todas as janelas estão gradeadas. Impossível abri-las", ouve-se no vídeo que segundo Latifa teve de ser gravado na casa de banho, a única parte da casa onde ela não está sob vigilância.

A justiça inglesa deu por provado, com base nos depoimentos da 6ª esposa de Haya Bint al-Hussein, que o sheikh Mohammed bin Rashid al-Maktoum mantém as duas filhas mais velhas prisioneiras.

Os factos cobrem um período longo, de 2000 até à atualidade. Em julho de 2000 foi o rapto ilegal em Londres da filha mais velha, a princesa Shamsa, que numas férias em Inglaterra fugira para não regressar aos Emirados. Latifa, em 2002 aos 16 anos, fugiu. Recuperada, foi levada para casa; voltou a fugir em 2018 e forçada a regressar. Desde então há muita especulação sobre a situação de ambas as princesas.

Foi com base nos depoimentos da princesa Haya que no ano passado o Supremo Tribunal, em Londres, fez divulgação pública dos "factos provados" acerca da intervenção do líder dos EAU no rapto das duas filhas em fuga, motivada como disse Latifa pelo anseio de liberdade "Quero ser livre", com diz num vídeo anterior à fuga de 2018.

Além disso, sobre o processo de custódia em curso, o Supremo deu a custódia à mãe das crianças, por considerar que o sheikh omitiu informações, "não foi nada honesto".

6ª esposa Haya em fuga batalha no tribunal pelos dois filhos

Haya Bint al-Hussein, irmã do rei da Jordânia, em 2004 tornou-se a sexta esposa do líder dos EAU.

Em 2019, ela decide fugir. O sheikh Mohammed bin Rashid al-Maktoum — que segundo a investigação jornalística tem 30 filhos — aciona a justiça para recuperar os filhos que tem com Haya.

A batalha pela custódia arrasta-se. E ao mesmo tempo, os depoimentos de Haya têm servido para clarificar a situação das mulheres na família al-Maktoum.

Intervenção das Nações Unidas

Em 15 de dezembro de 2018 — nove meses depois de os serviços reais de segurança terem interceptado perto de Goa a princesa que fugia num iate —, as autoridades dos Emirados divulgam fotografias de Latifa ao lado de Mary Robinson, antiga presidente da Irlanda e ex-Alta-Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, em visita oficial ao país.

Anos depois, Robinson fala sobre o caso e explica que preferiu não abordar com a jovem o tema da fuga. Preferiu, diz, ter um momento de fala agradável com a jovem, que ela classificou de bipolar.

A ex-presidente irlandesa garante ainda que desconhecia que as fotos iam ser divulgadas. Com isso desmente a informação oficial do MNE dos Emirados de que as "fotografias tiradas durante a tarde que passaram juntas foram partilhadas, com o consentimento de ambas".

"Durante a sua visita ao Dubai, Mary Robinson foi reassegurada de que Sua Alteza Sheikha Latifa está a receber os cuidados necessários e o apoio de que precisa. Este comunicado responde a e rejeita as alegações falsas e demonstra com provas que Sua Alteza está em casa e a viver com a família no Dubai”, afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros dos EAU, que já tinha garantido no início do mês que a princesa estava em casa "de livre vontade".

Fontes: BBC/Reuters/. Fotos: Latifa. O pai, soberano dos Emirados.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project