REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Reino Unido na mira do mundo: Vacinação anti-Covid começou "mas não podemos baixar a guarda" 09 Dezembro 2020

A primeira vacinada é a nonagenária Maggie (foto) em Coventry, no centro da Inglaterra, e o segundo o octogenário Shakespeare, segundo o plano de vacinação que coloca os mais idosos como o grupo prioritário. O primeiro-ministro Johnson esteve no hospital de St. Thomas, o mesmo que em abril lhe "salvou a vida" e está entre os cinquenta hospitais que desde esta terça-feira, 8, estão envolvidos na campanha nacional britânica — que na primeira fase vai administrar oitocentas mil doses a dois grupos prioritários, os de mais de 80 e o pessoal da Saúde.

Reino Unido na mira do mundo: Vacinação anti-Covid começou

"Foi o meu melhor presente antecipado", disse Margaret "Maggie" Keenan, avó de quatro netos que completa noventa e um anos na próxima semana. "Vou estar com a família no Ano Novo, depois de quase um ano sozinha", congratula-se a vacinada às 06:31 ( 05:31 em Cabo Verde) no topo dos prioritários tal como o segundo vacinado, William Shakespeare (sic!) de 81 anos.

Mais quatro milhões de residentes no Reino Unido receberão a vacina até ao final deste mês, com o mesmo critério de prioridade.

Os números acima correspondem a menos de metade do previsto até à semana passada quando, na segunda-feira, 2, o governo anunciou a Pfizer como a primeira vacina aprovada no país e que haveria "um primeiro lote com 10 milhões de doses disponibilizado pelo NHS", o serviço público de saúde britânico.

Importada

A vacina Pfizer, produzida nos Estados Unidos, chegou ao Reino Unido no fim de semana último, segundo a BBC. Dez milhões de doses foram encomendados em julho e ainda não há garantias de quando a farmacêutica irá conseguir cumprir.

As autoridades britânicas estão entre os primeiros que apostaram na vacina americano-alemã, desenvolvida pela Pfizer, sediada em Nova Iorque, e a alemã BioNTech sediada em Mainz.

A administração Trump chegou a celebrar contrato com a Pfizer, mas secundarizou-a por preferir a Moderna e de momento terá de aguardar a vez +ara celebrar um novo contrato.

CNBC/The Telegraph/BBC/. Foto: A primeira pessoa no mundo a vacinar-se contra a Covid, Margaret "Maggie" Keenan, que completa noventa e um anos na próxima semana, rejubila: "Vou estar com a família no Ano Novo".

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project