RADAR

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Remodelação governamental e fogueira-I? 12 Agosto 2019

Um amigo do radar captou que, na cidade do Planalto de Santiago, um algo dignitário do país, ao ser confronto com a grave situação por que passa o sector da educação, desabafou, entre pessoas de suas relações, que o problema será ultrapassado com a remodelação do governo prevista para breve – deixou entender que uma das cabeças a rolar será a da ministra Maritza Rosabal. Diante do desgaste de Ulisses e seu governo, um sindicalista sustentou para o Radar: -« Mas quem no seu perfeito juízo vai, nesta fase final de mandato, aceitar o convite para integrar a este desacreditado governo do MpD? A não ser que queira ir para a fogueira em cumprimento da missão de militante ventoinha, ou seja, queimar-se pura e simplesmente como político!». O alerta está dado!

Remodelação governamental e fogueira-I?

Remodelação governamental e fogueira-II?

Para alguns mandadores de boca, se concretizar alguma mudança no actual governo, ela acontece fora do prazo - já não há tempo para reverter a desgovernação do país. Como observa um olheiro da vida politica no Norte do País, «em S.Vicente o povo deu ’diazá’ basta a este executivo de Ulisses Correia e Silva», apresentado lhe o cartão vermelho com a grande manifestação de 05 de Julho promovida pelo Sokols 2017. E avisou: “Na soncente, no ta oi na melon, ti ta esperás para 2021 !». Para um bom entendedor, meia palavra basta!

Cabo Verde e desesperança

Consternado com a recente morte da criança Sharon Lopes no Mindelo, um leitor assíduo do fórum do Asemanaonline saiu com esta : - «Estamos num Cabo Verde de desesperança, em vez de Cabo Verde de esperança, como cantou o músico Norberto Tavares!». O dito cujo quer, com esse desabafo, contestar porque a criança referida não foi evacuada a tempo para Portugal, estando o país «com dinheiro que não acaba», como diz o vice-primeiro-ministro! «Este novo caso representa mais uma afronta pa Mindelo», comentou ele para o Radar. Nos boka ka sta lá!

Vergonha nacional e grito de ipiranga

O grito de ipiranga precisa-se ! É que, para os críticos, está a ser uma vergonha nacional os gastos que vêm sendo feitos em viagens pelos titulares de cargos políticos - chefe de Estado, Presidente da AN, PM, membros do governo e autarcas - tendem aumentar essas deslocações com comes e bebes em pré-campanha para as autárquicas em curso em todo Cabo Verde. Caricato é uma bancada parlamentar que se dá ao luxo de realizar jornadas parlamentares no estrangeiro. Há ainda a delapidação do dinheiro público na realização de festivais - fomentam o alcoolismo. Para observadores na Capital, estas verbas todas dariam para financiar vários projectos para dessalinização de água nos meios rurais onde pessoas passam fome e animais morrem por falta de pasto devido à seca. Esses recursos públicos dariam ainda para ajudar muita gente que se encontra na pobreza extrema e que não consegue comprar sequer medicamento para recuperar a sua saúde. Como alerta um atento, o povo não é ignorante e é ele quem ordena! Que se pergunte ao Presidente da Câmara da Praia!

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project