DIÁSPORA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Renuncia ao sacerdócio por uma mulher: "O meu coração apaixonou-se" 15 Abril 2021

A decisão do padre Riccardo Ceccobelli apanhou todos de surpresa, diz-nos a voz da diáspora em Itália, e os ’media’ fazem manchete com esta renúncia do "sacerdote de 42 anos com metade da vida dedicada à Igreja". Após o anúncio, feito durante a missa dominical da igreja de Massa Martana, na cidade italiana de Todi, na região de Perugia, Ceccobelli tem recebido diversas mensagens de apoio.

Renuncia ao sacerdócio por uma mulher:

"O meu coração apaixonou-se. Nunca traí as promessas que fiz, mas quero tentar viver esse amor. Não consigo ser coerente, transparente e correto com a Igreja como tenho sido até agora", explicou o padre italiano.

O seu superior hierárquico que também estava na celebração quando fez o anúncio expressou-lhe o seu apoio: "Agradeço a Dom Riccardo por todo o serviço que prestou até agora. E antes de mais, envio-lhe os meus votos mais sinceros para que esta decisão, tomada em plena liberdade como ele mesmo me disse, lhe garanta paz e serenidade", disse o bispo, Dom Gualtiero Sigismondi.

O bispo já oficializou o processo para que o padre Riccardo, possa renunciar à Santa Sé e às suas funções clericais. Desta forma, o padre italiano poderá viver o seu amor.

— -

Fontes: Corriere della Sera/Stampa/Repubblica/italy24news. Relacionado: "Ninguém quer casar, querem casar os padres", 01.jul.020; Capelão, pai, casado e sacerdote da Igreja Católica, 21.out.019; "O celibato é um dom para a Igreja" – Papa rejeita ordenação de padres casados, 27.fev.019. Fotos (Instagram): Riccardo Ceccobelli, sacerdote de 42 anos "com metade da vida dedicada à Igreja".

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project