AMBIENTE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Primeiro-ministro: Requalificação urbana da parte sul do Platô valoriza o centro histórico da cidade e eleva auto-estima dos munícipes 30 Abril 2019

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, considerou, esta segunda-feira, que a requalificação da parte sul do Platô é muito importante porque permite valorizar o centro histórico da cidade, a economia e eleva a auto-estima dos munícipes.

Primeiro-ministro: Requalificação urbana da parte sul do Platô valoriza o centro histórico da cidade e eleva auto-estima dos munícipes

Em declarações à imprensa, à margem da cerimónia de inauguração da parte sul do Platô, feita pela Câmara Municipal da Praia, no âmbito do 161º aniversário da cidade, Ulisses Correia e Silva parabenizou os munícipes pela efeméride, realçando que esta intervenção é o resultado da boa parceria entre o Governo e a CMP.

“Esta intervenção cria mais valores para a cidade e os munícipes. Continuar a devolver a cidade às pessoas para se sentirem bem, com mais auto-estima, em segundo lugar é a valorização económica, isto cria maior atractividade para aqueles que nos visitam, esta requalificação cria um valor enorme, estamos muito contentes pelo aquilo que é aplicação dos recursos públicos”, afirmou.

Para o chefe do executivo, hoje a Cidade da Praia está melhor e mais atractiva, onde as pessoas sentem uma grande diferença relativamente àquilo que era antes, realçando que a intenção era precisamente a de criar um ambiente propício, visando melhorar a qualidade de vida dos munícipes e impulsionar no desenvolvimento da economia.

Garantiu, por outro lado, que o Governo está à procura de soluções para se investir no saneamento na Cidade da Praia, que é, reconheceu o chefe do Governo, um problema a nível nacional.

O primeiro-ministro perspectivou que até ao final do ano poderá haver investimentos muito fortes nessa área para elevar o número das ligações domiciliárias às redes de esgoto e rede de água.

Questionado para quando está prevista a aprovação da proposta de lei do Estatuto Especial da Praia, garantiu que o documento já está pronto e que se está à espera do melhor momento para a sua discussão no parlamento

“O Estatuto Especial da Praia está pronto em termos da proposta de lei, estamos à espera de um melhor momento para introduzir no parlamento, mais uma vez vai ser necessário ter uma maioria qualificada para aprovar, porque está previsto na Constituição”, afiançou, defendendo a necessidade de se criar todas as condições para concretizar aquilo que a Constituição já define como uma “necessidade”.

Por seu turno, o presidente da Câmara Municipal da Praia, Óscar Santos, realçou esta importante parceria com a autarquia, o Fundo do Turismo e o Governo nas intervenções de requalificação urbana na parte sul do Platô, lembrando que a referida zona tem um grande significado para a capital cabo-verdiana.

“Queremos assinalar os 161 anos da Cidade da Praia com actividades culturais, com um lema muito forte, que é “Praia é di nós tudo”.

É uma cidade cosmopolita, e a requalificação urbana de uma parte histórica do Platô, que sempre esteve esquecida, é um lugar que tem muita circulação e que precisava ser melhorada a sua qualidade em termos de acessibilidade” asseverou, adiantando que as obras estão orçadas em cerca de 170 mil contos, sendo que 140 mil contos foram disponibilizados pelo Fundo do Turismo.

No que se refere à aprovação do Estatuto Especial da Praia, o edil defendeu a necessidade de concretização desse importante passo, uma vez que existem vários problemas que a autarquia não consegue resolver sozinha, ou através das parcerias com o Governo.

No seu entender, o Estatuto Especial será um instrumente importante que permitirá a CMP desenvolver acções com respostas mais eficazes nas diferentes áreas e resolver os problemas que afectam os munícipes.

“Acho que se a regionalização não passou, o Governo deve imediatamente avançar com o Estatuto Especial porque quem votar contra o documento assumirá as responsabilidade, porque o estatuto não é para beneficiar somente a Cidade da Praia, mas sim Cabo Verde”, concluiu. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project