POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ribeira Grande de Santiago: MpD acusa PAICV de ser um partido “desconfiado, distraído e desnorteado” 21 Mar�o 2018

O Movimento para a Democracia (MpD-poder) acusou hoje o PAICV de ser um “partido desconfiado, distraído e desnorteado” e que aquela força política tem atacado “tudo e todos”, sem se importar com as consequências dos seus actos.

Ribeira Grande de Santiago: MpD acusa PAICV de ser um partido “desconfiado, distraído e desnorteado”

O deputado nacional para o círculo eleitoral Santiago Sul, Alcides de Pina, reagia assim às afirmações proferidas pelo primeiro secretário do PAICV na Ribeira Grande de Santiago, que manifestou o seu desagrado face ao Programa de Emergência para Mitigação da Seca e Mau Ano Agrícola (PEMSAA), implementado pelo governo que, segundo o mesmo, não passa de uma propaganda “enganosa” já que não surtiu o efeito.

Na última segunda-feira, em conferencia de imprensa, Manuel Monteiro acusou ainda a ministra da Educação de nada fazer em relação ao delegado escolar no concelho, que, no seu ver, têm fomentado o clima de medo, ameaças, intimidações e de chantagens no seio dos professores e funcionários.

Alcides de Pina disse que essas afirmações não condizem com a verdade e que o PAICV está a agir como um partido “irresponsável, ressabiado, distraído” e que tem feito de tudo para tentar passar uma má imagem do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva.

Para Alcides de Pina, a expressão “Eu não tenho varinha mágica para resolver todos os problemas de uma só vez”, proferida pelo chefe do Governo, na última quarta-feira, aquando da sua visita ao concelho, foi para explicar que, ” infelizmente não pode resolver de uma só vez todos os problemas deixados pelo PAICV”.

Afirmou que graças ao bom relacionamento entre o poder local e central, com o Governo do MpD, a Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago tem conseguido trabalhar na implementação de medidas e acções que têm ajudado a desenvolver o concelho e melhorar a vida da população ribeira-grandenses.

“Durante os últimos 18 meses, conseguimos levar electricidade às zonas mais altas, estrada à localidade de Santana, acesso à rede móvel, requalificar de vias de acesso, reabilitar casas das famílias mais carenciadas, implementar o programa de empoderamento para famílias mais carenciadas e, brevemente, iremos inaugurar a placa desportiva em Pico Leão”, assegurou.

Por outro lado, avançou que a nível da educação, o concelho estava abandonado, onde cada um fazia o que bem entender, onde os professores abandonavam as salas de aulas antes de cumprirem o seu horário e eram concedidas licenças sem explicação nenhuma, infracções que, ao seu ver, contribuíram para a fraca capacidade de aprendizagem dos alunos da Ribeira Grande.

Segundo este parlamentar, esse grupo de pessoas que tem reclamado são antigos gestores que estão a tentar politizar a questão e criar problemas no sistema educativo do município. Fonte: Inforpeess

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project