Retratos

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ricardo Gomes: “Espero, um dia, conseguir representar meu país numa competição internacional” 25 Fevereiro 2021

O futebolista Ricardo Jorge Pires Gomes, nasceu a 18 de dezembro de 1991 e cresceu na cidade de Santa Maria, ilha do Sal. Sempre gostou de futebol e desde criança já sabia o que queria fazer. O seu irmão mais velho, que também gostava muito de jogar, o influenciou para que ele seguisse este caminho. Pai de um filho, Rodrigo vive, neste momento, em Belgadro, Sérvia, e é detendor de vários prémios internacionais.

Ricardo Gomes: “Espero, um dia, conseguir representar meu país numa competição internacional”

Guygaz, como é conhecido em casa, já conseguiu conquistar muita coisa, no entanto, segundo ele, ainda falta um sonho maior que gostaria de realizar. “O meu maior sonho é de um dia poder jogar numa competição, representando a seleção de Cabo Verde" , reiterou.

A paixão pelo futebol começou quando ainda era apenas uma criança, tanto é que, com apenas 11 a 12 anos, o futebolista entrou na equipa de Minifute, na ilha do Sal. Após três anos, o campeão da segunda liga assinou a sua primeira ficha como jogador sénior, na equipa Académico, no Sal. “Penso que na altura eu não estava preparado para jogar no escalão sénior, mas na altura foi o que aconteceu e deu tudo certo", relembrou.

Aos 17 anos Guygaz mudou-se para Portugal para jogar na equipa FC Vizela. Com um talento promissor, largou tudo à procura de novas experiências. Quando chegou lá assinou o seu primeiro contrato de três anos com a mesma equipa. Parecia um ano promissor. Entretanto, no segundo ano, acabou por sofrer uma lesão grave no pé, deixando-o muito desanimado. “Talvez foi a altura mais difícil da minha carreira, porque pensava que não iria conseguir voltar ao normal e voltar a jogar”, relembra.

Sem poder competir, Guygaz aproveitou esse tempo para desfrutar de alguns momentos de descanso. Depois de estar totalmente recuperado, regressou com mais força e com muita vontade de competir às lides desportivas.

Após o término do contrato com a equipa FC Vizela, tinha 21 anos, ele assinou outro contrato com a equipa Guimarães, em Portugal. “ Isso foi uma das coisas que me deixou muito orgulhoso de mim mesmo. Tive no Guimarães por dois anos e meio e depois saí de lá e fui para o nacional”, revela.

Na equipa Nacional, o futebolista cabo-verdiano conseguiu adquirir profusas experiências. Tempos mais tarde Ricardo Gomes decide se mudar para Sharsha, em Dubai, para jogar em uma outra equipa. “No início foi difícil de adaptar, mas depois consegui. Agora inicio o segundo ano e espero que seja bom”, contou.

Prêmios internacionais

Ricardo Gomes possui o prêmio do melhor golo do ano, elegido por adeptos (Guimarães); melhor jogador e marcador da segunda liga; melhor jogador do mês por duas vezes consecutivos (nacional); jogador do ano da segunda liga, elegido por jornalistas (nacional). Títulos coletivos Campeonato de segunda liga Nacional - supertaça Emirados; Taça da Sérvia- O Klub Fudbalski Partizan.

Em entrevista ao jornal, o futebolista disse que nunca esquecerá de quem o ajudou ao longo da sua carreira.

Ricardo Jorge Pires Gomes, pai de um menino, vive em Belgrado, a capital da Sérvia.

LC/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project