DIÁSPORA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Comunidade cabo-verdiana em Roma de luto: Jovem de 15 anos morre de forma trágica na linha do metro 09 Janeiro 2020

A comunidade cabo-verdiana em Itália está de luto com a trágica notícia da morte, na estação de metro, esta quarta-feira de manhã,08, na cidade de Roma, da jovem Alice, de 15 anos, de descendência cabo-verdiana. Presume-se que a vítima, que deixou uma mensagem triste através de video, suicidou-se, atirando para trilhos (ver fotos da jovem e do local do acidente) frente ao metro em movimento, na estação de Ponte Lungo.

Comunidade cabo-verdiana em Roma de luto: Jovem de 15 anos morre de forma trágica na linha do metro

Segundo descreve o diário digital italiano ilmessaggero.it, Alice saiu de casa para ir à escola, mas nunca mais chegou às aulas. Revela que morreu atingida por um comboio da linha-A que estava entrando na estação de Ponte Lungo, em Roma. O impacto foi fatal e os esforços das autoridades policiais e de saúde para salvarem a garota foram inúteis. Bombeiros, 118 e policiais foram chamados ao local e prosseguem agora com as investigações sobre o caso - admitem precisar de muito tempo para pesquisarem e reconstituírem com precisão o que aconteceu.

A fazer fé nas fontes do ASemanaonline em Roma, os investigadores ouviram vários testemunhos e passageiros que presenciaram, no local, o trágico acidente, além de recolherem imagens nas câmaras de vigilância por vídeo na mesma estação ferroviária.

Segundo o site referido, a polícia local admitiu, naquele momento, tratar-se de um suposto caso de suicídio. Algumas testemunhas relataram inclusive que viram a menina a pular nos trilhos, quando o comboio estava a chegar à estação. A jovem de 15 anos, pouco antes de sua morte, terá enviado uma mensagem de despedida em video a alguns companheiros, agradecendo a eles por serem bons amigos.

Vitima de descendência cabo-verdiana

Diante do aviso referido, descreve o jornal italiano que, tendo o alarme da escola disparado, as meninas correram para a diretora da escola, pendido-lhe para se dirigirem à delegacia próxima, isto na esperança que pudessem localizar a jovem Alice, fazendo-lhe assim mudar da opinião.

Conforme as mesmas fontes, as autoridades estão ainda por esclarecer as razões pelas quais a garota, nascida em Roma e descendente de cabo-verdianos, recorreu a este ato extremo para pôr termo à sua própria vida de forma tão trágica.

O site ilmessaggero.it refere, por outro lado, que a menina morava na região de San Giovanni com a mãe e a tia, depois da morte do pai, há dois anos - não se registou que ela tivesse naquele dia problemas em casa ou na escola.

Conforme foi reconstituído até agora pela polícia, esta quarta-feira de manhã,08, Alice, como acontecia regularmente, saía de casa para ir à escola no primeiro dia após as férias de Natal. Parecia tão calma como em qualquer outra manhã. Consta que, depois de algumas horas, por volta das 11, ocorreu a tragédia que pôs termo à sua vida. E para permitir operações de resgate do seu corpo dentro da estação de metrô, a circulação da linha-A na seção em questão foi interrompida por algumas horas, tendo sido ativados os autocarros de substituição.
— -
Fonte:
https://www.ilmessaggero.it/roma/news/metro_ragazza_investita_oggi_7_gennaio_2020_cosa_succede-4967498.html

...

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project