ESCREVA-NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Rui Semedo é candidato à liderança do PAICV: Lança o desafio de união e cerrar de fileiras dos militantes para valorizar o partido como património nacional para servir o país 12 Novembro 2021

Rui Semedo, deputado e presidente interino do PAICV, acaba de anunciar, na sua página de Facebook, que, depois de uma profunda reflexão e ponderação, decidiu abraçar o desafio de candidatar ao importante cargo de líder do Partido na diretas de 19 de dezembro próximo. «Acredito que, juntos, vamos triunfar e é por isso que estou aqui para dizer que conto com o vosso prestimoso apoio nesta etapa em que temos que vencer o desafio da coesão, da união e o de cerrar das fileiras para a revalorização permanente deste grande capital e património nacional que é o PAICV para servir o país», apelou aos militantes e simpatizantes da formação tamabarina. Rui Semedo anuncia inspirar nas figuras marcantes do partido, como Amílcar Cabral, Atristes Pereira, Pedro Pires, José Maria Neves, Aristides Lima e Janira Hopffer Almada. Confira o contéudo do referido post, com os fundamentos da candidatura de Rui Semedo à liderança do maior partido da oposição cabo-verdiana, que publicamos a seguir.

Rui Semedo é candidato à liderança do PAICV: Lança o desafio de união e cerrar de fileiras dos militantes para valorizar o partido como património nacional para servir o país

Caros Militantes, amigos e simpatizantes do PAICV.

Fechado o ciclo eleitoral, que começou com as autárquicas, passou pelas legislativas e culminou com as presidenciais, voltamos agora para dentro, para arrumar a casa e preparar o PAICV para os próximos desafios.

Todos sabemos que há compromissos importantes que conformam a nossa agenda interna quais sejam as eleições para a regularização ou para a renovação dos mandatos dos órgãos nacionais e regionais.

Entre os compromissos internos a eleição do Presidente do Partido e a realização do Congresso afiguram-se como os de maior grandeza na agenda desta parte final do ano de 2021 e início do próximo ano.

Há dois dias todo o processo foi, formalmente, iniciado com o anúncio, pela Comissão Nacional de Jurisdição e Fiscalização, da data das eleições e do respetivo calendário deste importante processo que nos conduzirá à normalização do mandato de todos os órgãos nacionais, designadamente, do mandato do Presidente do PAICV que está sendo exercido em interinidade.

Assim, caros camaradas, tenho o prazer e a elevada honra de vos anunciar que, depois de profunda reflexão e ponderação, decidi abraçar o desafio de me candidatar ao importante cargo de Presidente do nosso grandioso Partido.

Ao fazer isso estou, mais uma vez, a disponibilizar-me para servir o Partido e dar a minha modesta contribuição para o engrandecimento e o reforço da intervenção do PAICV no xadrez político nacional, onde sempre ocupou posições relevantes e continua a ter um papel de primeira linha para o reforço e a consolidação da nossa prestigiada e muito bem referenciada democracia.

Desafios e inspiração nas figuras de Cabral, Aristides Pereira e Pedro Pires

Estou consciente dos desafios que me esperam nesta caminhada, mas estou também confiante de que, com o capital de experiência acumulado - e caldeado - ao longo de décadas de combate politico ao serviço do Partido e de Cabo Verde, conseguirei enfrentar as dificuldades, mobilizando todas as minhas energias e capacidades e contando com o suporte dos nossos generosos militantes, simpatizantes e amigos do PAICV no exercício de tão elevado cargo.

O PAICV, desde Amílcar Cabral, fundador do Partido e que está na sua génese, já passou por várias lideranças, todas elas sábias, motivadoras e mobilizadoras dos militantes, amigos e apoiantes que têm procurado estar à altura dos desafios nacionais.

Quero me inspirar nas figuras de Amílcar Cabral, Aristides Pereira e Pedro Pires, só para referenciar os mais antigos e emblemáticos líderes, para continuar esta caminhada que começou como uma simples utopia, transformou-se numa árdua aventura e culminou como certeza de mudar o curso da história desde País ilhéu que soube temperar as fibras dos seus resistentes filhos e moldar o homem crioulo preparado para ser vencedor sempre, independentemente da exigência dos momentos e dos contextos.

Percurso do PAICV e responsabilidades por parte dos seus membros

O PAICV, como é de conhecimento de todos, é um grande Partido com responsabilidades gigantescas, porque ligado aos momentos mais importantes do percurso desta Nação ganhadora, quais sejam o da luta da libertação nacional, o da conquista da Independência, o da construção do Estado e da viabilização do País, o da aposta na democracia, como caminho para libertar as energias e fomentar a participação, ou ainda o momento da transformação e modernização de Cabo Verde.

Este percurso de grandeza e de sucesso deste Partido coloca sobre os ombros de todos os militantes a responsabilidade de continuar a pensar e sonhar grande e a trabalhar para um Cabo Verde ainda mais livre, mais justo e mais próspero onde, parafraseando o poeta, “tud Kiston, tud simbrom, tem direito a sê gota d´água”.

Prosseguir o sonho de construir «nova terra dentro da nossa terra»

Caros militantes e amigos.

Ciente dos enormes desafios que esta decisão encerra, apresento-me perante vós para vos dizer que estou disponível para juntos continuarmos esta caminhada maravilhosa da construção deste grande partido muito necessário, e eu diria até, fundamental para esta gesta transformadora do nosso País que precisa de todos os seus filhos para a materialização do sonho ambicioso de continuar a criar uma nova Terra dentro da nossa própria Terra.

Sei, e disso tenho certeza, que só juntos podemos conseguir tornar o nosso Partido ainda maior.

Dádiva com figuras de referência moral inspiradora

Contamos ainda, e isso é uma sorte e uma dádiva, com uma referência moral e inspiradora que é Pedro Pires, temos o exemplo de José Maria Neves, hoje noutra frente não partidária, temos o percurso de Aristides Lima, também numa outra missão não partidária, e ainda a energia, a capacidade e a dinâmica da Janira Hopffer Almada que comandou os destinos do Partido, até há bem pouco tempo.

Com a inspiração de todos os que já fizeram este percurso, com aproveitamento de todas as experiências de todos os dirigentes do passado, do presente e até do futuro, com a participação e a entrega de todos os militantes, simpatizantes e amigos, vamos conseguir, todos juntos, preservar este grande património que é o PARTIDO AFRICANO DA INDEPENDÊNCIA DE CABO VERDE e com ele enfrentar e vencer todos os desafios.

Vencer o desafio de união e cerrar de fileiras

Acredito que, juntos, vamos triunfar e é por isso que estou aqui para dizer que conto com o vosso prestimoso apoio nesta etapa em que temos que vencer o desafio da coesão, da união e o de cerrar das fileiras para a revalorização permanente deste grande capital e património nacional que é o PAICV para servir o país.

Façamos desta jornada, juntos, uma oportunidade de demonstração da grandeza do nosso Partido para continuarmos a servir, de melhor forma, este Cabo Verde que nos orgulha.

Praia, 12 de novembro de 2021
Rui Semedo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project