ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Rui Semedo escolhido para presidente interino do PAICV: Semedo anuncia como tarefa mais imediata unir o partido e apoiar a candidatura presidencial de José Maria Neves 12 Junho 2021

O deputado Rui Semedo vai presidir interinamente ao Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição) até às eleições para a escolha do novo presidente, agendadas para 19 de dezembro deste ano, disse hoje fonte do partido. Além de participar no debate do programa do novo governo da X Legislatura no próximo dia 14, o SG Julião Varela anunciou que a tarefa “mais imediata” de Rui Semedo é “unir o partido” e apoiar a candidatura de José Maria Neves à presidência da República no pleito eleitroal de outubro deste ano.

Rui Semedo escolhido para presidente interino do PAICV: Semedo anuncia como tarefa mais imediata unir o partido e apoiar a candidatura presidencial de José Maria Neves

A decisão foi tomada em reunião da comissão política realizada quinta-feira, face ao pedido de demissão da presidente do partido, Janira Hopffer Almada, após as eleições legislativas de 18 de abril, nas quais o Movimento para a Democracia (MpD, no Governo) renovou a maioria absoluta, tendo sido comunicada hoje, publicamente, pelo secretário-geral do PAICV.

"Rui Semedo foi escolhido para dirigir os destinos do partido nos próximos 180 dias, como preveem os estatutos", anunciou Julião Varela citadao pela Lusa.

Numa nota divulgada pelo PAICV acrescenta-se que a "escolha recaiu por unanimidade" por Rui Semedo - que na legislatura anterior foi presidente do grupo parlamentar -, tendo o deputado reeleito manifestado "a sua disponibilidade para assumir essa função".

A Lusa já tinha noticiado em 30 de maio que o conselho nacional do PAICV marcou para 19 de dezembro de 2021 as eleições internas para a escolha do novo líder, seguindo-se o Congresso Nacional, de 28 a 30 de janeiro de 2022, para a eleição dos demais órgãos do partido.

"Efetivamente, os estatutos preveem que em caso de vacatura, a comissão política nacional deverá escolher entre os vice-presidentes um que vai conduzir o partido até à realização do congresso", explicou na altura à Lusa Julião Varela, que é também porta-voz do conselho nacional do PAICV.

Além de Rui Semedo, o PAICV tem ainda Nuias Silva e João Baptista Pereira como vice-presidentes

No entanto, Julião Varela garantiu que Rui Semedo vai dirigir o partido com o apoio da Comissão Política Nacional, da Comissão Permanente e do Secretariado Geral, “exercendo todas as exigências estatutárias”.

“O presidente interino vai acompanhar a fiscalização da acção governativa, participar do debate do programa do Governo e fazer a retoma normal da actividade política do partido”, acrescentou.

Por outro lado, Julião Varela adiantou que a tarefa “mais imediata” de Rui Semedo é “unir o partido” e apoiar a candidatura de José Maria Neves à presidência da República.

“O PAICV tudo irá fazer no sentido de mobilizar toda a sociedade cabo-verdiana em torno desta candidatura porque o país precisa de uma entidade que esteja acima de qualquer outros interesses”, garantiu o secretário-geral do maior partido da oposição.

Demissão e louvor à liderança de Janira Hopffer Almada

conforma foi aunuciado, o Conselho Nacional, que é o órgáo máximo do aprtido entre os Congressos, aprovou, em maio deste ano, uma "moção de reconhecimento e louvor" à presidente demissionária do PAICV, Janira Hopffer Almada.

"Pelo desempenho que teve no partido nos últimos anos e a organização que conseguiu implementar", disse hoje Julião Varela em encontro com a imprensa.

Licenciada em direito pela Universidade de Coimbra, Portugal, Janira Hopffer Almada, 42 anos, ascendeu, lembra a Lusa, à liderança do PAICV em 2014 e foi ministra da Juventude, Emprego e Desenvolvimento dos Recursos Humanos de Cabo Verde no último Governo do partido (até 2016).

Perdeu as eleições em 2016 e 2021 para o MpD, embora tenha aumentado para oito câmaras municipais a liderança do PAICV nas eleições autárquicas de outubro passado, incluindo a conquista da câmara da Praia.

Ainda durante a noite eleitoral de 18 de abril reconheceu a derrota nas legislativas e anunciou que iria pedir a demissão do cargo.

Janira Hopffer Almada tomou posse como deputada para a nova legislatura, entretanto iniciada, mas já anunciou que pretende retomar a atividade como advogada, refere a fonte deste jornal.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project