REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Rússia: Conselho da Europa pede à Rússia libertação "imediata" de Navalny 11 Junho 2021

O Conselho da Europa pediu hoje "com urgência" que a Rússia liberte "imediatamente" o principal opositor de Putin, Alexeï Navalny, um dia depois do desmantelamento de movimento que lidera e que foi considerado "extremista" por um tribunal de Moscovo.

Rússia: Conselho da Europa pede à Rússia libertação

O órgão executivo do Conselho da Europa, que integra 47 Estados-membros manifestou-se, segundo a Lusa, "seriamente preocupado com o facto de Alexeï Navalny continuar detido até hoje", refere a organização em comunicado, noticiado pela agência AFP.

Navalny foi preso em janeiro ao regressar da Alemanha, onde esteve cinco meses em recuperação após um alegado envenenamento, atribuído ao Kremlin, por um agente neurotóxico, acusações que as autoridades russas rejeitaram.

A prisão de Navalny desencadeou uma onda de protestos em toda a Rússia, na maior demonstração de desafio ao Kremlin dos últimos anos.

Após a prisão, um tribunal condenou Navalny a dois anos e meio de prisão por um caso de corrupção ocorrido em 2014 e que os seus apoiantes denunciaram como politicamente motivado, enquanto o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos considerou a sentença "arbitrária e manifestamente irracional".

Em março, o político foi transferido para uma colónia penal a leste de Moscovo, conhecida pelas suas duras condições de detenção.

Com sede em Estrasburgo, o Conselho da Europa, órgão que supervisiona a execução das decisões do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos sobre os Estados membros do Conselho - incluindo a Rússia -, pede ainda que Moscovo anule a condenação no caso com conhecido como "Yves Rocher" e reversão da sentença aplicada ao irmão, Oleg.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project