MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Rússia: Marina reaparece após protesto antibélico — Tribunal aplica-lhe multa, "Putin/Kremlin evitou torná-la mártir" 17 Mar�o 2022

A jornalista Marina Ovsyannikova foi submetida a um interrogatório de longas horas, segundo relatou à imprensa o seu advogado após deixarem ao fim de ontem o tribunal. Vai pagar 30 mil rublos de multa e por ter dois filhos pequenos não será presa.

Rússia: Marina reaparece após protesto antibélico — Tribunal aplica-lhe multa,

Segundo a Novaya Gazeta.ru/Nova Gazeta, a ré por ter "organizado um evento público sem autorização" foi defendida pelo advogado Anton Gashinsky. O mesmo que tem aparecido a defender ativistas anti-Putin.

O mundo ontem passou a conhecer a jornalista que ousou enfrentar o regime, ao surgir por dez segundos no noticiário a denunciar as mentiras que ajudou a divulgar, e pelas quais disse sentir-se "muito envergonhada".

A ong RSF-Repórteres Sem Fronteiras considerou hoje que a libertação da jornalista que protestou contra a guerra significa que o Kremlin não quer convertê-la em mártir.

"Habitualmente a repressão é muito mais dura, mas, sem dúvida que o Kremlin quer banalizar esta ação e não fazer de Marina Ovsyannikova/Ovsianikova uma mártir", disse Christophe Deloire da organização internacional à agência noticiosa EFE.

Fontes: The Independent.co.uk/Novaya Gazeta.ru.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project