INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Rússia-Mobilizáveis fogem, UE fecha-se: "Impossível dar asilo a 25 milhões. Fiquem para derrubar Putin!" -governo lituano 06 Outubro 2022

A Estónia, Letónia, Lituânia e Polónia foram os primeiros países-membros da União Europeia que — perante a avalanche humana de russos em fuga à mobilização militar decretada por Putin em 21-9— decidiram fechar as portas. O governo lituano é duro: "A Lituânia não dará asilo a quem está a fugir das suas responsabilidades de lutar contra Putin!".

Rússia-Mobilizáveis fogem, UE fecha-se:

Os países bálticos e do leste como a Polónia foram rápidos a fechar as fronteiras.

Enquanto Bruxelas hesita e a Alemanha entreabre a porta, o ministro lituano dos Negócios Estrangeiros não tem dúvidas.

"A Lituânia não dará asilo a quem está a fugir das suas responsabilidades. Os homens deviam ficar e lutar. Contra Putin!".

"Podem organizar protestos, ser detidos, tornarem-se prisioneiros de guerra (POW)", aconselhou o MNE Gabrielius Landsbergis (foto Twitter).

Fugas ao serviço militar: de portugueses para França, de americanos para Canadá

A história dos últimos 50-60 anos tem mostrado os mobilizáveis que fogem a uma guerra que consideram injusta. As guerras do Ultramar, do Vietname, do Irão-Iraque (com a Suécia a abrir-se a milhares de mobilizáveis iranianos).

...

Fontes: AP/Reuters/Al-Jazeera/ Twitter. Fotos (Reuters): Na longa fronteira russo-finlandesa (1300 km), russos em fuga procuram sensibilizar o guarda para os deixar passar, em 30-9 (alto à esqª). Na fronteira russo-georgiana, russos em fuga rumam à Lituânia onde não os deixarão entrar.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project