INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Rússia anuncia rendição de Mariupol sitiada há 6 semanas — Zelensky por fim "confirma" 21 Abril 2022

A cidade marítima de Mariupol é, há mais de seis semanas, um exemplo da resistência ucraniana diante do invasor russo. Mas esta quinta-feira a cidade mártir baqueou, como informou o Kremlin nesta manhã (ainda madrugada em Cabo Verde): " 1.026 militares ucranianos da 36.ª brigada de infantaria da Marinha depuseram voluntariamente as armas e renderam-se", disse o Ministério da Defesa russo — ao 57º dia da guerra. O presidente Zelensky comunicou, horas depois, que 12 mil habitantes tinham sido impedidos de deixar a cidade.

Rússia anuncia rendição de Mariupol sitiada há 6 semanas — Zelensky por fim

Ao longo dos dois meses da guerra, parece consensual que a Rússia recorre à retórica para transferir responsabilidades enquanto realiza bombardeamentos contínuos — mesmo por entre acordos de cessar-fogo (temporário que fosse).

A prova está no que desde há mais de seis semanas acontece na cidade marítima de Mariupol, no sul da Ucrânia.

A cidade mártir tem resistido. Até hoje quando o mundo soube de uma possível rendição anunciada pelo Kremlin: "Mariupol, na área da metalúrgica Ilyich (…). 1.026 militares ucranianos da 36.ª brigada de infantaria da Marinha depuseram voluntariamente as armas e renderam-se".

A factualidade do comunicado esteve em suspenso por algumas horas. Poucos órgãos avançaram com a sua divulgação. Até há minutos.

O presidente Zelensky comunicou, pouco depois do meio-dia em Cabo Verde, que "12 mil habitantes tinham sido impedidos de deixar a cidade".

Lacónico, o discurso do presidente ucraniano leva a ler nas entrelinhas.

Fontes: Interfax/Times of Israel/Haaretz. Relacionado: Rússia violou cessar-fogo em Mariupol — Milhares impedidos de sair para países de refúgio, 05.mar.022. Foto: Escombros da guerra.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project