INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Rússia detém mais de 50 pessoas em manifestação contra guerra na Ucrânia 12 Junho 2022

As autoridades russas terão recorrido a tecnologia de reconhecimento facial para rastrear e deter os manifestantes.

Rússia detém mais de 50 pessoas em manifestação contra guerra na Ucrânia

Mais de 50 pessoas foram detidas, este domingo, em Moscovo, por participaram numa manifestação contra a guerra na Ucrânia.

De acordo com a NM que cita a Radio Free Europe/Radio Liberty, os manifestantes detidos são ativistas políticos, jornalistas e cidadãos que já tinham participado em alguns protestos.

Os protestos decorreram no metro e, de acordo com a mesma fonte, as autoridades russas utilizaram tecnologia de reconhecimento facial para rastrear e deter os manifestantes. A maior parte dos detidos terão sido obrigados a assinar um "aviso sobre a inadmissibilidade de ações ilegais" antes de serem libertados.

A manifestação, que ocorreu no Dia da Federação Russa, terá sido denunciada através de grupos no Telegram.

Assinala-se, este domingo, o 109.º dia da invasão russa da Ucrânia. Segundo dados confirmados pela Organização das Nações Unidas (ONU), que alerta que o número real pode ser mais elevado, pelo menos 4.200 civis morreram no conflito.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project