INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Russos celebram anexação. Na Praça Vermelha fala-se numa "Ucrânia russa" 01 Outubro 2022

Celebridades russas subiram ao palco e discursaram para a multidão que encheu a Praça Vermelha. Também Putin falou ao público para assinalar "dia histórico".

Russos celebram anexação. Na Praça Vermelha fala-se numa

Segundo NM, a Rússia está a celebrar a anexação russa de quatro regiões ucranianas com um concerto, transmitido na televisão, na Praça Vermelha, em Moscovo.

Depois de o presidente russo, Vladimir Putin, assinar os tratados de anexação de Donetsk, Lugansk, Kherson e Zaporijia, uma grande onda de russos deslocou-se para a Praça Vermelha para comemorar. Foram instalados ecrãs gigantes e um forte sistema de som para acompanhar a atuação de várias estrelas da música russa que se apresentaram em palco.

No Twitter, Matthew Luxmoore, repórter do Wall Street Journal, deu conta de que algumas celebridades subiram ao palco para discursar sobre a guerra, tal como mostra um vídeo que divulgou. Segundo o jornalista, o ator Russo Ivan Okhlobystin parece ter dado vida a "Hitler" e pediu uma "guerra santa".

Já outro correspondente do Financial Times escreveu na mesma rede social que Ivan Okhlobystin afirmou que Kharkiv, Odessa, Mykolayiv e outras cidades da "Ucrânia russa" serão as próximas a ser anexadas.

Também Vladimir Putin discursou para a multidão, falando num "dia histórico" de "verdade" e "justiça", após ser recebido com aplausos, cantos patrióticos e bandeiras. Algumas pessoas ostentavam também as fitas de São Jorge, com riscas negras e laranja, uma antiga decoração militar czarista que se tornou um símbolo da vitória do Exército Vermelho sobre a Alemanha nazi.

Putin disse que a Rússia está a abrir o "coração" aos ucranianos e terminou dizendo: "A vitória será nossa".

Segundo ainda NM, o ambiente vivido neste concerto à sombra do Kremlin contrasta com os milhares de russos que continuam a fugir do país, após a mobilização militar parcial anunciada pelo chefe de Estado russo.

Sublinhe-se que a anexação oficializada hoje ocorre no oitavo mês da guerra na Ucrânia, depois de as tropas russas terem sofrido derrotas significativas no norte e nordeste do país vizinho.

Passando a ser cidadãos russos, os habitantes das quatro regiões poderão ser mobilizados para combater as tropas ucranianas.

A Ucrânia e quase toda a comunidade internacional já anunciaram que não irão reconhecer a anexação, refere a fonte deste jornal. Foto: Reuters

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project