ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

SISCAP e STIF e membros do Conselho Nacional da UNTC-CS denunciam farsa, fraude e tentativa de golpe da Secretária Geral da UNTC-CS 01 Mar�o 2022

Os Sindicatos de Cabo Verde que integram a Pltaforma Sindical denunciam,hoje, aquilo que acreditam ser farsa, fraude e tentativa de golpe por parte da Secretária Geral da UNTC-CS Joaquina Almeida, por esta ter violado os estatutos, convocando ela própria, o VIII Congresso da UNTC-CS, usurpando os poderes do Conselho Nacional nesta matéria.

SISCAP e STIF e membros do Conselho Nacional  da UNTC-CS denunciam farsa, fraude e tentativa de golpe da Secretária Geral da UNTC-CS

Para Eliseu Tavares,porta-voz dos contestários, trata-se de uma fraude visto que a Secretária Geral da UNTC-CS preparou e organizou o Congresso, excluindo não só os Sindicatos mais representativos e fundadores da UNTC-CS, como também os membros do Conselho Nacional, que são membros natos do congresso, isto de acordo com os Estatutos.

"Esse alegado congresso, marcado para o dia 09 de Março de 2022, na cidade da Praia, não passa, pois, de uma autêntica farsa, uma enorme fraude e, sobretudo, uma tentativa de golpe dessa senhora", referiu.

A Secretária Geral da UNTC-CS, que tinha dito que foi mandada pelo Concelho Nacional, numa reunião deste órgão, que se realizou no dia 23 de novembro obrigado pelo Tribunal, foi desmentida pelos representantes dos Sindicatos, uma vez que nessa "suposta reunião" não houve quórum e que está provado que para além de falta de quórum, nem todos os membros desse órgão foram convocados para além de terem havidos participantes que nem sequer eram membros do referido órgão por não terem sido eleitos no último congresso da UNTC-CS.

Os Sindicalistas acreditam ainda que seja uma uma fraude e uma tentativa de golpe, já que, para além do“truque” que utilizou em relação à quota de filiação, de forma “administrativa” e “artificial”, criou alguns “pseudos sindicatos”, com o objetivo de arregimentar apoios e votos para o alegado congresso. São, de acordo com a estratégia dela, os sucedâneos dos Sindicatos mais representativos e fundadores da UNTC-CS.

No entanto, acreditam que tudo isso acontece porque, Joaquina Almeida, perdeu a maioria no Conselho Nacional, tendo deixado de reunir este órgão, e perdeu também o apoio da maioria dos Sindicatos filiados na UNTC-CS, em quase todas as ilhas do país, o que começou com o pedido de demissão dos dois Vice-Secretários Gerais, em dezembro de 2017, por discordarem da forma como a Central Sindical tem vindo a ser gerida, nunca foram substituídos, porque desde aquela data o CN não se reuniu.

"Ela sabe que se o processo eleitoral decorresse com normalidade, de acordo com os Estatutos e o Regulamento eleitoral da UNTC-CS, jamais seria reeleita. Daí ter montado essa farsa toda, com recurso a fraudes, e, por último, essa tentativa de golpe final, que é o alegado congresso", finalizou Eliseu tavares.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project