Legislativas 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Sal: Candidatos prometem investir "fortemente" na juventude e na educação 10 Abril 2021

Os concorrentes às legislativas de 18 de abril pelo círculo eleitoral da ilha do Sal, direcionam a campanha deste sábado,10 de abril, à juventude e ao setor da educação, com um conjunto de propostas que segundo os cabeças-de-listas irão melhorar o nível de ensino em Cabo Verde e oferecer uma maior oportunidade à camada jovem. Ambos os lideres dos três partidos que concorrem a um lugar na casa parlamentar de Cabo Verde prometem criar oportunidades de formações à juventude

Sal: Candidatos prometem investir

PAICV critica que houve um retrocesso do ensino no país

Démis Almeida, cabeça-de-lista do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) pelo círculo eleitoral do Sal destaca, em conversa com o jornal Asemana, ser essencial investir na educação e na juventude, prometendo, por outro lado, caso vença as legislativas deste mês, apostar “fortemente” no sector da educação, “melhorando a qualidade do ensino em Cabo Verde”. O candidato crítica que houve um “retrocesso do ensino no país”.

"Nós queremos apostar na qualidade da educação na ilha. Digamos que houve, em muitos aspetos, um retrocesso da educação. Nós acreditamos que não faz sentido a questão do reagrupamento escolar que criou vários constrangimentos aos pais e encarregados de educação. Nós pretendemos fazer uma grande aposta na educação, preparando os nossos órgãos para o futuro", expressou.

É neste sentido que, o partido quer adotar medidas alternativas, como, presentear as escolas com todos os equipamentos necessários, investir no desporto escolar com a requalificação de estádios de todas as modalidades, apostar nas formações voltadas para a tecnologia, informação e documentação, investir na formação e competência linguística, como o inglês e o francês, garantir um ensino superior de qualidade, levar o ensino superior a todas as ilhas através das novas tecnologias, apostar "fortemente" na qualificação técnico-profissional para o emprego e ter uma oferta formativa vocacionada somente para a empregabilidade.

Neste sábado, 10, a comitiva dos tambarinas esteve em contactos porta-a-porta com o eleitorado das zonas da Preguiça, Ribeira Funda e num convívio com os moradores da localidade de Alto de Santa Cruz.

MPD pede oportunidade de continuar o trabalho iniciado" e promete "continuar" a investir na educação e na juventude

Já, o Movimento para a Democracia (MPD), liderado por Janine Lélis, afirma que o seu partido já fez muito pela ilha, no entanto, acredita, por outro lado, que este tempo não foi suficiente por isso pedem à população “mais uma oportunidade de continuar o trabalho iniciado” com grandes investimentos na educação e na juventude.

A cabeça-de-lista pelo círculo eleitoral do Sal promete, caso o seu partido vença as eleições deste mês, criar uma escola na localidade da Palmeira, propõe a construção de uma escola na localidade de Chã Matias e a implementação da unidade do atlântico que seria um instituto aeronáutico e da indústria turística.

A caravana dos ventoinhas esteve hoje na localidade de Santa Maria em contatos porta-a-porta com o eleitorado para ouvir as aflições da população e apresentar as propostas para a próxima legislatura.

UCID promete criar maiores oportunidades aos jovens

Da mesma forma, Aldirley Gomes, cabeça-de-lista da UCID reforça a necessidade de apostar no sector da educação e na importância de oferecer “mais” oportunidades à camada jovem.

“Todas as nossas propostas abrangem a juventude. Qualquer país que pretende ter um desenvolvimento sustentável tem que apostar na educação, na formação e na investigação científica. É preciso dar ao país uma maior qualificação para conseguirmos trabalhar e projetar aquilo que é o futuro", salientou.

Nesta perspetiva, o partido, pela voz de Gomes, promete, caso vença as legislativas, criar um fundo de financiamento para a investigação cientifica, uma conservatória para avaliar a qualidade das escolas em cada concelho, implementar um centro educativo em todas as ilhas para as crianças com necessidades especiais, criar um plano curricular com a mesma unidade dos países que atribuem vagas e bolsas de estudo para a formação superior em Cabo Verde, adaptado à realidade regional. Mais, a UCID promete ter em atenção a questão da língua materna, criar centros para a formação contínua de professores, garantir a igualdade salarial das instituições privadas que trabalham no ensino pré-escolar e criar um centro de recursos ou de apoio académico em cada escola para os alunos que têm alguma dificuldade de aprendizagem.

Aldirley Gomes critíca ainda a excessiva partidarização do Estado partidarização e a bipolarização entre o PAICV e o MpD, sublinhando que há que conceber oportunidades "em pé de igualdade" aos jovens, "mesmo não pertencendo a nenhuma força política". E acrescenta que "há alguns jovens que conseguem algo, só porque estão ligados a algum partido. Devemos criar condições para o acesso ao ensino superior ou profissionalizante, para apoiar a juventude com a redução de passagens aéreas e do acesso a atividades culturais e desportivas”, reiterou.

O grupo da UCID este este sábado, 10, em contatos porta-a-porta com o eleitorado de Chã de Matias.

Às legislativas do dia 18 para eleição de 72 deputados, em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três da diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project