Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Sal/Comício com vasta moldura humana: José Maria Neves apela aos eleitores para irem às urnas e fazerem uma escolha consciente, sem venda de votos 08 Outubro 2021

Aplaudido por uma vasta moldura humana presente no comício da cidade dos Espargos, o candidato ao cargo de Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, apelou, na noite desta quinta-feira, 07, na ilha do Sal, as pessoas a irem às urnas e fazerem uma escolha consciente, sem se deixarem intimidar. Neves apelou para a sua eleição logo na primeira volta para que o País em crise não tenha que suportar os custos de uma segunda volta. Caso for eleito, JMN promete ser um chefe de estado que defende os interesses dos cabo-verdianos, que ajuda o país a superar a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus e que esteja sempre próximo da população.

Sal/Comício com vasta moldura humana: José Maria Neves apela aos eleitores para  irem às urnas e fazerem uma escolha consciente, sem venda de votos

Satisfeito com a reação entusiástica dos presentes durante o comício referido, José Maria Neves, que ostenta o lema “Juntemos as mãos, cabeça e coração», disse que Cabo Verde precisa de um presidente "capaz, com energia" para ajudar o país a superar a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

“Queremos ser uma força autónoma como a constituição diz. Precisamos de um presidente que tenha força, energia e capacidade para trabalhar com o Governo com o intuito de trazer mais investimentos para Cabo Verde, bem como, mais parcerias para reconstruir o nosso país e acelerar o desenvolvimento e transformação de Cabo Verde. É tempo de juntar as mãos para reconstruir Cabo Verde”, frisou.

José Maria Neves, iniciou o comício desta quinta-feira, 07, na cidade dos Espargos na ilha do Sal, por apelar à todas as pessoas, sobretudo os jovens e as mulheres, a irem às urnas no dia 17 de outubro e votar em consciência.

“O voto deve ser consciente, num candidato que realiza os sonhos dos cabo-verdianos e que discute os problemas das pessoas. O Presidente deve ser um arbitro e uma pessoa independente. Os Políticos não são todos iguais porque há aqueles que realizam e também há aqueles que não realizam os nossos sonhos. Por isso, peço a todas as pessoas a irem votar, porque serei um Presidente capaz, imparcial e um árbitro do sistema”, afirmou.

Aplaudido por uma vasta moldura humana durante o comício, José Maria Neves pede vitória logo na primeira volta para que o País em crise não tenha que suportar os custos de uma segunda volta. Defende, por outro lado, que ninguém deve ser condicionado a conseguir emprego por conta da sua escolha política.

“Quero ser um presidente que une Cabo Verde, aberto a tudo. Temos que ter um Presidente capaz de dizer que ninguém deve ser prejudicado porque é do partido A, B ou C. Todas as pessoas devem ter igual oportunidade de acesso ao emprego e à sua carreira conforme o seu mérito, o seu talento e não porque é do partido A ou B", expressou.

Esta sexta-feira, 08, José Maria Neves vai estar na ilha da Boa Vista para contactos porta -a-porta e à noite realizar um comício na cidade de Sal Rei.

Na corrida pelo cargo de Presidente da República de Cabo Verde, nos dois círculos eleitorais, nacional e estrangeiro, concorrem sete candidatos - Fernando Delgado, Gilson Alves, José Maria Neves, Carlos Veiga, Hélio Sanches, Casimiro de Pina e Joaquim Monteiro.
LC/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project