SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Sal: Construção da bancada sul do Estádio Marcelo Leitão é o “grande desafio” para novo mandato – presidente ARFS 20 Agosto 2021

O presidente da Associação Regional de Futebol do Sal (ARFS), Albino Lopes, apontou a construção da bancada sul do Estádio Marcelo Leitão como “um dos grandes desafios” para este novo mandato de quatro anos

Sal:  Construção da bancada sul do Estádio Marcelo Leitão é o “grande desafio” para novo mandato – presidente ARFS

Segundo escreve a Inforpress, renovada a representação nas eleições ocorridas durante a assembleia-geral do passado dia 23 de Julho, Albino Lopes apresentou este e outros desafios para o novo mandato de quatro anos, durante o acto de empossamento dos novos órgão gerentes da ARFS, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Considerando que a Câmara Municipal do Sal, enquanto parceira, juntamente com a federação, já fizeram “um grande esforço” para dotar a ilha de “um bom” parque desportivo, para que se possa ter mais jovens a competir, Albino Lopes disse que a ideia da construção da bancada sul do Estádio Marcelo Leitão é desenhada com o financiamento da FIFA.

“Já apresentamos um formulário à Federação Cabo-verdiana de Futebol, no sentido de a FIFA financiar a bancada, isso em reconhecimento ao esforço já feito localmente, e também dotar o nosso estádio de condições para receber competições internacionais”, explicou.

Além da construção desta bancada, Albino Lopes disse que para o estádio receber competições internacionais terá que ter também quatro balneários, só tem dois, à semelhança da grande maioria dos estádios do País, cujo projecto, conforme anunciou, está a ser elaborado pela câmara municipal.

“Tendo em conta o novo projecto de licenciamento de clubes, para poderem competir a nível internacional, não faz sentido que uma equipa do Sal em plena competição, por ser campeão nacional, que é o nosso projecto, tenha que se deslocar ao Mindelo, São Vicente, para competir porque não temos condições”, observou.

Segundo o dirigente desportivo, que promete dirigir os destinos da colectividade desportiva com “zelo e dedicação”, durante o quadriénio 2021/2025, o projecto que está a ser elaborado pela câmara municipal será depois apresentado à FCF e à FIFA, esta última que dará o aval final.

Neste particular, e sob o lema “Juntos vamos continuar”, Albino Lopes frisou: “Julgo que nós merecemos. Merecemos porque estamos organizados para fazer algo de bom para o futebol, e merecemos porque temos o esforço do poder local, que contribui, e de que maneira, para que a ilha do Sal tenha um bom parque desportivo”.

Além destes desafios, segundo a mesma fonte, outros reptos prendem-se, nomeadamente, com uma “aposta forte na formação” e tributos a ex-atletas, a começar por Djô de Pedra de Lume, que terá uma estátua à frente do Centro de Estágio da ARFS.

“Vamos continuar a formar árbitros e dirigentes, dotando-os de capacidade para enfrentar o novo mundo pós pandemia. A nossa primeira vitória, neste momento, será vencer a covid-19”, conclui, desafiando os atletas e todos os agentes desportivos, dentro e fora da ilha, a aderirem “em massa” à vacinação.

“Porque, no futuro, quem não estiver vacinado não vai poder entrar nos campos para assistir aos jogos de futebol, não vai poder competir ou frequentar outros recintos”, finalizou em tom de aconselhamento.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project