AUTÁRQUICAS 2020

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Sal: Júlio Lopes (MPD) promete ensino gratuito aos jovens e Albertino Mosso (PAICV) diz querer remodelar o Porto da Palmeira e resolver problemas de água e luz na localidade 12 Outubro 2020

É o quinto dia de campanha e os candidatos continuam pela caça aos votos no Sal. A comitiva do PAICV esteve, esta segunda-feira, 12, em contatos porta-a-porta com o eleitorado da zona de Ribeira Funda e da Palmeira, onde apelou ao voto e aproveitou para apresentar alguns pontos da sua plataforma eleitoral que acredita serem os melhores para a ilha mais turística de Cabo Verde. Já o candidato do MPD, Júlio Lopes, permaneceu na zona de Feijoal, no período de manhã, e à tarde em Pedra de Lume e Alto da Electra. Aldirley Gomes, lider do grupo Independente Sociedade em Ação para a Liberdade (SAL), esteve, por seu turno, em Chã de Fraqueza.

Sal: Júlio Lopes (MPD) promete ensino gratuito aos jovens e Albertino Mosso (PAICV) diz querer remodelar o Porto da Palmeira e resolver problemas de água e luz na localidade

A candidatura do PAICV à presidência da Câmara Municipal do Sal avançou que é preciso criar uma ilha igualitária e inclusiva e por isso pretende criar condições para que todos tenham acesso aos serviços básicos, como uma casa digna, acesso a luz e à água canalizada.

Albertino Mosso que falava ao Asemanaonline após a visita efetuada à localidade da Palmeira, onde diz querer com a sua candidatura melhorar a qualidade de vida daquela região, pretende com isso implementar uma economia de cruzeiro no porto da Palmeira. Quer transformá-lo num porto de carga e descarga de pescado e conservação de pescado, além de também querer resolver os problemas de serviços básicos, como os de acesso à água e luz. Além disso, a mesma candidatura propõe distribuir terrenos de forma transparente aos residentes, resolver os problemas de habitação social e criar uma ilha com inclusão social para todos.

Por sua vez, o candidato do partido Movimento para a Democracia (MPD), o Edil cessante Júlio Lopes, levou esta segunda-feira, 12, a suas propostas às zonas de Feijoal, Pedra de Lume, e Alto de Electra, onde diz que uma das suas propostas para a região é baixar a renda de todas as pessoas que residem no bloco binacional « casa para todos» para 700$00.

"Queremos baixar as rendas de todas as pessoas de classe A que vivem nas moradias do «programa casa para todos» para 700$00, isto para para que essas pessoas possam melhorar os seus rendimentos. Queremos investir na requalificação e implementar Espaços verdes. E para a Juventude, prometemos o ensino gratuito para aqueles que querem estudar e que não têm condições para pagar a propina", enfatizou Júlio Lopes.

Da mesma forma, o grupo independente Sociedade em Ação para a Liberdade, liderado por Aldirley Gomes, esteve, esta segunda-feira, 12 em Chã de Fraqueza. Na terça-feira, 13, o grupo pretende ir às localidades de Bairro de Alto de Santa Cruz e Terra Boa. Entretanto, não conseguimos obter mais informações uma vez que foram em vão todos os esforços para ouvir a sua equipe em campanha.

Para as eleições do dia 25 de outubro, na ilha do Sal, estão inscritos nos cadernos eleitorais 18.710 eleitores distribuídos por 67 mesas de voto.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project