Cultura

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Sal: VIII edição do Festival "SalEncena" arranca esta segunda-feira 13 Junho 2021

Arranca esta segunda-feira, 14, a VIII Edição do Festival Nacional de Teatro "Sal EnCena", envolvendo 18 atores que vão animar os palcos locais até o próximo domingo, 20. Participam este ano grupos de teatro das ilhas do Sal, São Nicolau, São Vicente e Santiago.

Sal: VIII edição do Festival

Sob o lema “Teatro Sabim na Djad’Sal”, o festival Nacional de Teatro "SalEncena", promovido pelo grupo Dja d´Sal, em parceria com a Câmara Municipal do Sal e o Ministério da Cultura e das indústrias Criativas, arranca esta segunda-feira, 14, até o próximo domingo, 20. Vai ser apresentado ao público um total de quatro peças teatrais, no centro Cultural de Santa Maria, envolvendo 18 atores (16 nacionais e 2 internacionais).

Conforme avançou a organização do festival, esta edição não contará com a participação de grupo de teatro internacional para cabeça de cartaz, como de costume, devido à situação da pandemia.

O promotor do evento, ator e líder do Grupo Teatro Dja d ́Sal, Victor Silva, apela a participação de todos, alertando, por outro lado, que os lugares são limitados, em respeito às regras sanitárias.

"Os lugares são limitados devido à pandemia, porém garanto que as pessoas terão um festival de qualidade", reiterou.

O momento de homenagem será dedicado a Luciano Teixeira, um jovem explorador do Buracona.

Nesta VIII edição, participam grupos de teatro das ilhas do Sal, Santiago, São Nicolau e São Vicente, que vão apresentar ao público, nesses sete dias, um total de 4 peças teatrais, de 17 a 20 de junho.

Na programação inclui também várias atividades, nomeadamente, a atuação de palhaços - denominado Sal Circo, a apresentação da peça “À nossa maneira”, momentos de contar histórias, epitetado de Dja d´Sal Histórias, com Adriano Reis, bem como a estreia do documentário “Fernandinho e João Verbo”, uma adaptação de textos dos escritores cabo-verdianos Sabino Lino Évora e Evel Rocha, episódios da vida de dois migrantes que, no espaço de três décadas, entre os anos 40 e os anos 70 do séc. XX, procuraram a ilha do Sal como espaço de trabalho e sonho de prosperidade.

Ainda, o festival proporciona uma formação, em parceria com a MUSGO Produção Cultural (Sintra, Portugal), ministrada pelo ator Ricardo Reis.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project