REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Salvos após explosão do motor graças à piloto com ’nervos de aço’ 20 Abril 2018

A piloto Jamie Jo Shults dominou a situação com nervos de aço quando, sobre os céus de Filadélfia, o motor do avião na linha entre Nova Iorque e Dallas explodiu.

Salvos  após explosão  do motor graças à piloto com ’nervos de aço’

Há quem tenha pavor de andar de avião, mesmo se estatisticamente é um dos meios mais seguros. Os acidentes são mais raros que em outros meios de transporte, a explosão da turbina ainda é um fenómeno ainda mais raro. Mas nesta terça-feira, o muito improvável aconteceu durante o voo da Southwest Airways, com 150 pessoas a bordo.

Ao comando do Boeing 737, a piloto Jamie Jo Shults deu-se imediatamente conta de que um dos dois motores deixara de funcionar. Estavam a quatro mil metros de altitude, pouco mais de quarenta minutos depois de deixarem o New York City Airport.

A piloto contactou a torre de controlo do aeroporto mais próximo, o de Filadélfia, pedindo instruções para uma aterragem de emergência.

A voz dela pode ser ouvida na internet, com uma calma impressionante enquanto descreve: “ O motor explodiu e vamos aterrar só com um motor”. Pediu ambulâncias porque “o motor explodiu e abriu um buraco numa das janelas”.

Uma passageira foi conduzida ao hospital com traumatismos graves. Os demais 149 a bordo saíram ilesos, embora muitos tenham tido atenção médica devido a taquicardias e crises de pânico.

Os passageiros relatam: a piloto dirigiu-se-lhes imediatamente após a aterragem para saber como estavam. “Ela é uma heroína!”. “Tem nervos de aço”, testemunham.

Passageira morreu

A despressurização na cabine tirou do assento a passageira que estava mais próxima à janela danificada. A mulher projetada do lugar teve metade do corpo — da cabeça ao torso— a atravessar o buraco aberto onde era a janela. Só não caiu porque outros passageiros a agarraram. Um cenário de horror que os passageiros têm vindo a descrever nos diversos órgãos de comunicação.

A mulher de 43 anos projetada do lugar teve metade do corpo — da cabeça ao torso— a atravessar o buraco aberto onde era a janela. Conduzida ao hospital com diversos traumatismos, faleceu pouco depois. Fontes: WP/CBS

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project