NÔS TRADISON

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santa Catarina: Ministério da Cultura inaugura obras de reabilitação da capela da tabanca de Lém Cabral 04 Julho 2021

Santa Catarina: Ministério da Cultura inaugura obras de reabilitação da capela da tabanca de Lém Cabral

Santa Catarina: Ministério da Cultura inaugura obras de reabilitação da capela da tabanca de Lém Cabral

O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas inaugurou, esta sabdo, 3, as obras da reabilitação da capela da tabanca de Lém Cabral, em Palha Carga dos Engenhos, Santa Catarina (Ilha de Santiago), num investimento de 2.000 contos.

O acto de inauguração do também considerado Núcleo Museológico da Tabanca de Lém Cabral, o primeiro núcleo museológico associado a um grupo dessa manifestação cultural, foi presidido pelo ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, na presença dos moradores e vereador da Cultura, Juventude e Desporto da Câmara Municipal de Santa Catarina, Péricles Brito.

“Estamos a fazer o nosso trabalho que é valorizar, dignificar, elevar e preparar o caminho para o feito maior que queremos que aconteça nos próximos anos que é a classificação da tabanca como património imaterial da humanidade”, reafirmou o governante.

Daí, segundo ele, para que tal aconteça têm de ser dados “esses pequenos passos” e valorizar tudo aquilo que está na comunidade.

Na ocasião, reiterou o propósito do Governo de valorizar o maior número de capelas de tabanca quer na ilha de Santiago como no Maio, onde esta manifestação é, também, celebrada.

Por sua vez, o vereador Péricles Brito, em representação da Câmara Municipal de Santa Catarina, destacou a importância das capelas da tabanca para os grupos e considerou importante a sua valorização e reabilitação.

“Para nós a tabanca é um desígnio estratégico, uma vez que bem trabalhada e explorada como potencial turístico poderá contribuir, e muito, para o desenvolvimento do turismo para a localidade de Palha Carga e também do concelho de Santa catarina”, notou o autarca.

Nesse sentido, apelou ao engajamento dos jovens e pediu aos veteranos da tabanca para passarem tais conhecimentos sobre esta manifestação cultural aos mais pequenos para que juntos possam elevar a cultura cabo-verdiana.

Já o rei do campo da tabanca de Lém Cabral, Amaro Monteiro, mostrou-se satisfeito com a reabilitação da capela, ora entregue, tendo em conta que outrora todas as celebrações eram realizadas na casa de um privado.

Entretanto, pediu que seja requalificado todo o espaço circundante, sobretudo o percurso da procissão para que possam dar mais dignidade às celebrações e ao próprio Santo António.

O Núcleo Museológico da Tabanca de Lém Cabral foi financiado pelo Fundo do Turismo e enquadra-se no âmbito do projecto “Valorização da Tabanca”, património cultural imaterial nacional, iniciado em 2017, que ambiciona a melhoria das condições de materialização, de reprodução, continuidade e transmissão da mesma, incluindo a reabilitação das capelas.

Segundo o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, o referido núcleo museológico retratará o ciclo ritual da tabanca dessa comunidade do interior de Santiago e fará parte de um conjunto de pequenos núcleos que no final farão parte de uma rede maior.

No acto estiveram ainda presentes, o embaixador de Portugal em Cabo Verde, António Albuquerque Moniz, o presidente do Instituto do Património Cultural (IPC), Jair Fernandes, e a directora do Património Imaterial, Sandra Mascarenhas. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project