SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santa Catarina do Fogo: Câmara vai levar rede de água à localidade piscatória de Alcatraz 07 Abril 2022

A localidade piscatória e turística de Alcatraz, no litoral do município de Santa Catarina do Fogo, terá dentro de quatro meses rede de adução de água, com a conclusão de um projeto financiado pelo Fundo do Ambiente.

Santa Catarina do Fogo: Câmara vai levar rede de água à localidade piscatória de Alcatraz

O contrato de consignação da obra de adução da rede de água à localidade de Alcatraz já foi celebrado com a Empresa Intermunicipal de Águas (Águabrava), e, segundo o presidente da câmara, Alberto Nunes, a mesma está orçada em 3.600 contos e será finalizada num prazo de quatro meses.

No dizer de Alberto Nunes, a rede de água vai impactar sobremaneira a localidade de Alcatraz, um dos principais portos de desembarque de pescado e com grande potencial turístico, onde neste momento a autarquia está a investir numa infraestrutura no sector da pesca, que além da rede de água vai dispor também de energia renovável através de instalação de painéis solares.

A rede de água visa abastecer o complexo de pesca (casa dos pescadores) de Alcatraz, denominado de Três Baias, cuja execução decorre em três fases.

A primeira, que visa a construção do edifício, está concluída, e a autarquia vai avançar com o concurso para a colocação da plataforma à volta do edifício (segunda fase) e a terceira consistirá na reabilitação da escadaria de acesso e da estrada de Monte Vermelho até ao alto de Alcatraz.

Alberto Nunes disse que a câmara deve receber, ainda esta semana, o projeto da construção de uma estrada alternativa a esta localidade, a partir de Roçadas, numa extensão de pouco mais de seis quilómetros e que será encaminhado ao PNUD para efeitos de financiamento.

Caso o projeto seja financiado, a autarquia deixará de reabilitar a estrada de Monte Vermelho a Alcatraz, apostando apenas na reabilitação das escadarias para quem desejar fazer o percurso a pé, e o acesso carroçável será feito a partir da estrada alternativa.

Além da rede de adução de água e do complexo no sector da pesca, a câmara quer trabalhar com o Governo, para ainda no decurso deste ano, proceder o loteamento da área do litoral de Alcatraz, tornando-a numa zona especial, já que neste momento há uma “grande procura” de lotes para aquisição, sobretudo de emigrantes, que desejam investir nas proximidades.

Com a rede de adução de água e de energia elétrica, a autarquia pretende trabalhar com as operadoras de telecomunicações para dotar Alcatraz de rede móvel e de internet, referiu Alberto Nunes, sublinhando que a construção do complexo de pesca trouxe um conjunto de incentivos para a localidade de Alcatraz que já começou a receber visitas de turistas e com muitos residentes a procura do local para fins de semana.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project