SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santa Catarina do Fogo: Infraestruturas educativas reabilitadas inauguradas hoje 06 Abril 2022

Um conjunto de infraestruturas educativos, de entre escolas de ensino básico e jardins de infância do município de Santa Catarina do Fogo, reabilitadas, através de financiamento da organização não-governamental luxemburguesa Beetebuerg Helleft, é inaugurada hoje.

Santa Catarina do Fogo: Infraestruturas educativas reabilitadas inauguradas hoje

As obras referentes a primeira fase da reabilitação do parque educativo de Santa Catarina foram concluídas há algum tempo, mas só agora vão ser inaugurados, contando com a presença de uma delegação desta ONG.

O presidente do conselho da administração da Beetebuerg Helleft, Roby Biwer, o membro do conselho da administração e vereador do município de Bettembourg, Jean-Marie Jans e o membro do conselho da administração e conselheiro municipal, Marco Estanqueiro integram a comitiva.

Segundo o presidente da Câmara de Santa Catarina do Fogo, Alberto Nunes, são inauguradas as escolas e jardim infantil de Achada Furna, jardins de infância de Maria da Cruz e Figueira Pavão, as escolas de Ensino Básico Obrigatório (EBO) de Mãe Joana e Estância Roque, assim como o anfiteatro e a praça circundante do Complexo Educativo Eduardo Gomes Miranda, na cidade de Cova Figueira.

A delegação visitará ainda as escolas de Figueira Pavão, a ser reabilitada, a de Cova Figueira, em estado avançado de reabilitação, o laboratório do Complexo Educativo e a placa desportiva de Cabeça Fundão, em construção, todos com financiamento desta organização não-governamental, além de uma deslocação a Chã das Caldeiras.

A Beetebuerg Helleft disponibilizou à câmara de Santa Catarina 348 mil euros (38,2 mil contos) para a reabilitação das infraestruturas educativas que vão ser inauguradas hoje e mais 180 mil euros (19,8 mil contos) para a segunda fase de reabilitação das escolas, em curso.

Ao todo esta ONG, no quadro do protocolo celebrado com Santa Catarina do Fogo, comprometeu-se a financiar a reabilitação de toda a rede escolar do município, através de um projecto trienal, num valor de 762 mil euros (83,8 mil contos), dos quais 593 mil euros assegurados pelo Ministério das Relações Exteriores de Luxemburgo e cerca de 150 mil euros pela própria ONG.

O financiamento inclui, além de reabilitação do parque educativo, a formação de professores, disponibilização de material didático para a formação, equipamento como as tecnologias de informação e comunicação (TIC), substituição de mobiliários degradados e instalação de parques infantis.

A delegação, que chegou à ilha na segunda-feira, 04, dedicou os dois primeiros dias da visita ao município de São Filipe, tendo efetuado uma visita de cortesia ao presidente da câmara, Nuías Silva, com quem analisou o protocolo de parceria entre esta organização e a câmara, com destaque sobre o funcionamento de projetos e as perspectivas sobre os projetos a serem financiados.

A delegação da Beetebuerg Helleft visitou a Escola Central e a do ensino básico de Santa Filomena, cujas reabilitações foram financiadas pela ONG, mas também a escola de Italiano em fase de reabilitação e a escola e placa desportiva da localidade de Jardim, zona sul, em construção neste momento com financiamento da Beetebuerg Helleft.

Igualmente a delegação visitou o antigo anexo oficina que a autarquia de São Filipe pretende aproveitar para novas valências.

Na quinta-feira a delegação deverá visitar o município dos Mosteiros que recentemente submeteu alguns projetos visando a reabilitação de escolas para efeito de financiamento.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project