SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santa Cruz: Associação regista número recorde de ninhos de tartarugas mas mostra-se preocupada com aumento da captura 11 Julho 2020

A Associação Ambiental Caretta Caretta, em Santa Cruz, registou, do mês de Abril até agora, o número recorde de desova de tartarugas marinhas na Praia da Areia Grande, mas mostra-se preocupada com o aumento da captura este ano.

Santa Cruz: Associação regista número recorde de ninhos de tartarugas mas mostra-se preocupada com aumento da captura

Segundo escreve a Inforpress, o presidente da Associação Ambiental Caretta Caretta, João Gomes, que revelou que este ano iniciaram a época de desova em Santa Cruz a 27 de Abril, tendo em conta que as tartarugas vieram “muito cedo”.

A temporada inicia logo com a chegada da tartaruga”, explicou, lamentando o facto de haver o aumento de capturas logo no início da temporada.

“Já registamos quatro tartarugas que foram capturadas e o trabalho está muito mais difícil, porque estamos com poucos elementos e há um aumento de número de tartarugas este ano”, demonstrou.

Segundo a mesma fonte, conforme garantiu, a associação já bateu o recorde de número de tartarugas em pouco tempo.

“Estamos a registar cerca de 20 a 30 tartarugas por noite na praia da Areia Grande. É algo que nunca assistimos antes”, disse, lembrando que antes o máximo de tartarugas que avistavam por noite se situava entre oito e dez.

Até o momento, associação já identificou mais de 100 ninhos, algo que João Gomes considera ser “extraordinário”.

Paralelamente a isso, a preocupação da associação é com o aumento considerável da captura, tendo em conta que, segundo ele, este ano praticamente os militares não estão a fazer patrulhas nocturnas, o que dificulta “muito” o combate à esta problemática, refere a notícia avançada pela Inforpress.

Inforpress dizia que, neste sentido, João Gomes, apelou ao apoio por parte das “autoridades competentes e engajamento da população”, para juntos diminuírem a caça, uma vez que, ao seu ver, a tartaruga não “é só de Santa Cruz e Cabo Verde, mas sim do mundo”.

“Esta é uma tarefa de todos nós”, enfatizou, lembrando que já houve um período de cinco anos em que não se registou nenhuma captura em Santa Cruz, algo que, para ele, deveria continuar para a salvaguarda das tartarugas, escreve a Inforpress.

A temporada da desova das tartarugas, que em Santa Cruz iniciou no mês de Abril, vai até meados do Novembro.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project