ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santa Cruz rumo à capital de agro-negócio – Presidente da Câmara 30 Mar�o 2022

Que Santa Cruz queremos? – A resposta foi dada, esta terça-feira, pelo presidente da Câmara no ato solene do Dia do Municio, para quem Santa Cruz, em Santiago Norte, pretende ser a capital do agro-negócio de Cabo Verde. É que seguindo Carlos«Sueque» Silva, o concelho é o maior produtor e abastecedor nacional no ramo agro-alimentar.

Santa Cruz rumo à capital de agro-negócio – Presidente da Câmara

Focado na mudança para o relançamento futuro do concelho, o presidente da Câmara anunciou que a sua equipa está a trabalhar para «um crescimento económico inteligente, sustentável e inclusivo» a nível local.

Carlos Silva garantiu que tem já uma agenda em curso para transformar o Município de Santa Cruz na capital de agro-negócio de Cabo Verde. Um programa que, segundo asseverou, está a contar com o apoio do governo e outros parceiros de desenvolvimento de Cabo Verde.

Conforme revelou, o referido programa inclui o desencravamento das ribeiras com potencial agrícola e turístico, bem como a retoma do dossiê económico relativo ao ex-complexo agrícola Justino Lopes, que está em negociação.

O projeto abrange ainda a mobilização da água para rega através da água dessalinizada com base em energia produzida por painéis solares e massificação da rega gota-a-gota com forte aposta nas novas tecnologias de produção agrícola. Isto sem contar com a elaboração de um master-plano para a criação de um «grande polo industrial e comercial», que vai ocupar uma área de 200 hectores de terreno, entre outras iniciativas em curso no concelho para relançar o agro-negócio.

Carlos Silva fez um balanço exaustivo das ações desenvolvidas pela Câmara por setores de atividade (ver entrevista na entrevista a este jornal: https://www.asemana.publ.cv/?Santa-Cruz-nao-e-um-municipio-pobre-mas-sim-um-municipio-com-potencialidades&ak=1 ), em que enumerou os ganhos e o caminho a percorrer para o relançamento económico do concelho, que é rico, segundo ele, por dispor de grande grandes potencialidades, principalmente nos domínios da agricultura, da pesca, da pecuária e do turismo.

Na sessão solene desta terça feira, que foi presidida pelo Presidente da República (ver esta edição), o Edil prestou uma justa homenagem a todos aqueles que têm empenhado para o desenvolvimento local. «Santa Cruz de hoje é de longe melhor do que Santa Cruz de 1971, fruto de muito trabalho e sacrifício de muitos – uns se encontram no ativo e alguns não estão entre nós. Todos teriam hoje uma história a contar sobre o concelho», conclui o presidente da Câmara de Santa Cruz.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project