AMBIENTE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santiago: Câmara Municipal de Santa Catarina tem em execução Plano de Emergência para época das chuvas 28 Julho 2020

A Câmara Municipal de Santa Catarina da ilha de Santiago já tem em execução o Plano de Emergência para a época das chuvas, que compreende o período de Julho a Outubro. Este instrumento deverá enquadrar o início de intervenções sólidas e duradouras de curto, médio e longo prazo, ao nível de drenagens de águas pluviais, construção de muros de proteção das encostas e ribeiras, estabelecendo parcerias com o Governo, através de vários ministérios e serviços do Estado, com empresas locais, instituições desconcentradas do Estado, organizações não governamentais, bem como associações comunitárias e desportivas. A abrangência da execução do plano compreende um período, antes, durante e após a época das chuvas.

Santiago: Câmara Municipal de Santa Catarina tem em execução Plano de Emergência para época das chuvas

Preocupada com vários problemas ambientais e urbanísticos, a Câmara Municipal de Santa Catarina aponta um historial de ocupação e edificação de casas nas encostas e proximidades das ribeiras, com a aceleração do fenómeno erosivo, aumentando o perigo e riscos para muitas comunidades, que poderão ser afetadas por cheias e inundações e queda de pedras, bem como a ondulação em Rincão e Ribeira da Barca.

“O encravamento de povoados durante a época das chuvas, é um outro problema que, paulatinamente o município deverá continuar a trabalhar em parceria com o Governo”, acrescenta a edilidade em comunicado.

Conforme um comunicado enviado ao Asemanaonline, a autarquia local enfrenta dificuldades de vária ordem, todos os anos, durante a época das chuvas, sobretudo nas zonas onde as caraterísticas orográficas são específicas e também, devido à qualidade das vias de penetração, aumentando o nível de risco e vulnerabilidades nas localidades, nomeadamente Ribeira dos Engenhos, Palha Carga, Ribeira da Barca, Charco, Achada Leite, Furna, João Dias, Ribeirão Isabel, Rincão, Boa Entrada, Saltos, pau verde, Boentradinha, entre outras.

Com o presente Plano de Emergência, a CMSC prevê formas de atuação e articulação dos serviços e estruturas públicas ou privadas com responsabilidades no domínio da proteção civil, a coordenação dos meios e recursos, que possam vir a ser utilizados, e a estrutura operacional que garanta a unidade de direção e o controlo permanente da situação, tendo por base a segurança às populações.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project