BREVES NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santa Catarina de luto: Morreu o Edil Beto Alves 23 Dezembro 2020

O presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina de Santiago, Beto Alves, que foi encontrado baleado na madrugada de terça-feira, na sua residencia na cidade de Assomada, acaba de falecer, esta noite, no Hospital Central Agostinho Neto, na Praia, onde se encontrava a receber cuidados médicos intensivos, segundo confirma em comunicado o executivo camarário local.

 Santa Catarina de luto: Morreu o Edil Beto Alves

"As máquinas que ligavam o Presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina à vida, foram esta noite desligadas no Hospital Agostinho Neto.Beto Alves faleceu, após quase 48 horas resistindo, alimentando entre nós uma réstia de esperança e uma gigantesca corrente de energias positivas", diz o comunicado da Câmara, que acrescenta: "Infelizmente para nós, que o acompanhamos nesta caminhada, que fomos seus companheiros de trabalho e de lutas e amigos de um ser humano de excelência, Beto Alves partiu para outra dimensão, mas deixando connosco a sua memória, a sua inquebrantável capacidade de resistência e o seu exemplo de integridade e dignidade com que sempre nos contagiou, inaugurando novas práticas políticas".

O executivo camarário assume, no entanto, um compromisso para com os munícipes e o pais em geral de continuar a obra iniciada pelo Beto. "Queremos, nesta hora de dor e angústia para os santacatarinenses e para o País, garantir o nosso compromisso de honra: continuaremos o legado de Beto Alves e não deixaremos cair a sua bandeira".

À família de Beto Alves, em particular à sua esposa e filhos, aos seus pais e irmãos, e aos dedicados amigos que sempre lhe deram alento e conforto em vida, a Câmara endereça as suas sentidas condolências e o nosso abraço solidário. "Honra a Beto Alves!", deseja ainda a atual equipa camarária de Santa Catarina.

Como tudo aconteceu

José Alves Fernandes, 44 anos, autarca reeleito nas eleições de 25 de Outubro, encontra-se nos cuidados intensivos do hospital central da Praia desde a madrugada de terça-feira, 22, depois de ter sido transferido do Hospital Regional Santa Rita Vieira, de Santa Catarina, para a capital, pelo facto de ter sido encontrado baleado na varanda da sua residência.

Na terça-feira, o director clínico do Hospital Agostinho Neto, Victor Costa, tinha considerado que o autarca se encontra num estado muito crítico, correndo risco de vida, mas que os serviços hospitalares estariam a trabalhar na tentativa de “reverter esta situação muito preocupante”.

O presidente da câmara de Santa Catarina, confirmou o clínico, sofreu uma lesão por uma arma de fogo na região temporal esquerda, que lhe causou um “traumatismo crânio encefálico grave” e que, tudo indica, segundo sinais observados, que “o disparo teria sido feito a uma muita curta distância”.

A Tomografia Axial Computorizada (TAC) realizada na clínica privada Cardiomedic, segundo avançou Victor Costa, “confirmou essa lesão por arma de fogo com fracturas e também com lesões intraparentematoso, portanto a nível do cérebro, com hemorragias que se transforma numa situação muito reservada e prognóstico muito reservada para vida do paciente”.

A Policia Judiciaria, por seu lado, em comunicado de imprensa, apontou para indícios da tentativa de suicídio, após as diligências preliminares e informações recolhidas no local, prometendo, entretanto, prosseguir com as averiguações.

Em comunicado remetido à imprensa, a Câmara Municipal de Santa Catarina considerou, no entanto, precipitada tal hipótese avançada pela PJ, alertando que a história está mal contada.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project