EDUCAÇÃO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santiago Norte: Ano lectivo arranca na maioria das escolas com excepção das do município do Tarrafal 01 Outubro 2020

O ano lectivo 2020/21 arrancoue esta quinta-feira, 01, na maioria das escolas da região Santiago Norte, com excepção das do município do Tarrafal, que ainda aguardam a certificação da delegacia de Saúde local para poder abrir na próxima segunda-feira.

Santiago Norte: Ano lectivo arranca na maioria das escolas com excepção das do município do Tarrafal

Em declarações à Inforpress, a delegada do Ministério da Educação (ME) do Tarrafal, Judite Costa, adiantou que as aulas nos dois “grandes” agrupamentos (Agrupamento 1 e 2) não vão principiar hoje, mas na próxima segunda-feira, 05, uma vez os mesmos ainda não receberam a certificação por parte da delegacia de Saúde local.

Este adiamento, conforme esclareceu, deve-se à saída da delegada de Saúde em meio da pandemia e não por as escolas não estarem com as condições sanitárias criadas.

No entanto, a responsável avançou que as autoridades sanitárias vão estar no terreno a partir de hoje, para analisar a situação das escolas para que possam passar o referido certificado.

A propósito, mostrou-se confiante que vão ter o “aval positivo”, até porque, assegurou, todas as escolas reúnem as “mínimas condições” de segurança, visando evitar o contágio e a propagação da covid-19, referindo-se à água nas casas de banho, lavabos à entrada e álcool gel para higienização das mãos.

No Tarrafal prevê-se um total de 4.800 alunos, sendo que 720 são do pré-escolar, a serem acompanhados por 63 monitoras e educadoras de infância, e os restantes do 1º ao 12º ano de escolaridade (Ensino Básico Obrigatório (EBO) [1º a 8º ano] e Ensino Secundário) que serão assistidos um total de 310 professores.

O município conta com uma rede de 24 jardins-de-infância e 17 estabelecimento escolar.

Já nos demais municípios que compõem a região Norte da ilha de Santiago (Santa Catarina, São Salvador do Mundo, São Lourenço dos órgãos, Santa Cruz e São Miguel), as delegacias de Saúde já deram o “aval positivo” e aulas arrancaram hoje na grande maioria dos estabelecimentos de ensino.

Entretanto, prevê-se que até a próxima segunda-feira, 05, e dia 12 de Outubro (Levada, em São Lourenço dos Órgãos) todas as escolas vão estar em funcionamento, e com todas as condições sanitárias criadas para que se possa garantir a segurança dos alunos, docentes, pais e encarregados de educação no recinto escolar.

Nos seis concelhos de Santiago Norte as turmas vão estar divididas e com um número máximo de 22 alunos, com horários diferenciados, e tempo reduzido das aulas, conforme as orientações do ME, visando evitar o contágio e propagação da covid-19 nas escolas.

E assim como os demais alunos dos outros concelhos e ilhas, os da região Norte da ilha de Santiago vão complementar a matéria através do programa “Estudar e aprender em casa”.

Neste ano atípicos, além de garantir a segurança, os delegados da Educação entendem que, mais do que nunca, o foco vai continuar a ser na redução do abandono escolar, mas defendem que a mesma é da responsabilidade de todos.

Nesse sentido, neste ano lectivo, considerado de “grandes desafios”, devido à pandemia da covid-19, o ME espera contar com a ajudar dos pais e encarregados de educação, professores, alunos e toda a comunidade educativa, para que o regresso às aulas decorra em segurança.

Em Santiago Norte, à semelhança dos outros concelhos e ilhas, durante a “semana cívica”, as escolas vão trabalhar temas ligados ao novo coronavírus (covid-19) nas salas de aulas e nas comunidades.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project