AUTÁRQUICAS 2020

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santiago/ Santa Catarina: Armindo Freitas (PAICV) e Neida Rompão (UCID) apostam na dinamização do setor agrícola 14 Outubro 2020

Os candidatos à presidência da Câmara de Santa Catarina pelo PAICV, Armindo Freitas, e Neida Rompão, pela UCID, ciente da vocação e potencial agrícola do maior concelho do país, apostam na dinamização e modernização como parte fulcral dos seus projetos para conquistar o eleitorado local.

Santiago/ Santa Catarina: Armindo Freitas (PAICV) e Neida Rompão (UCID)  apostam na dinamização do setor agrícola

Tornar Santa Catarina no “celeiro de Santiago e de Cabo Verde”, é este o grande objetivo do cabeça de lista Tambarina para a Câmara que aposta na modernização do setor, assim como no setor da pesca, com enfâse ainda na indústria transformadora destas matérias primas e aos setores conexos de serviços e transportes e tornar o município “ altamente produtivo e exportador”, sublinha.

“Enquanto filho deste município, enquanto cidadão, profissional de Santa Catarina, tenciono desenvolver, criar mais emprego e oportunidades a todos os residentes, proporcionando mais rendimentos as famílias e melhorar a qualidade de vida e de bem-estar social”, afirma Freitas à nossa entrevista.

Por todos os bairros e cutelos por onde tem passado a equipa do PAICV “a queixa é a mesma”, diz aquele candidato que acrescenta que “a câmara municipal não dá respostas às nossas necessidades”, daí a sua disponibilidade “para liderar este grande projecto de Nova visão para Santa Catarina”. A motivação por detrás da sua candidatura, afiança, tem a ver com uma “vontade genuína de servir” o seu município.

Na mesma linha da aposta na modernização da agricultura no concelho, a candidata da UCID, Neida Rompão, tem no sistema de rega gota a gota a solução para o aumento da produção e produtividade no setor, pelo que a sua plataforma prevê uma forte a posta na promoção desta técnica, assim como promover o sistema de rega gota-a-gota como estratégia de desenvolvimento agrícola e método para mudança de comportamento dos agricultores em relação à gestão da água,
“Defendemos a construção de cisternas familiares, construídas em casa mesmo.

Assim, é possível controlar a disponibilidade de água para rega. Para acrescentar, teremos, também, cisternas nas comunidades. Esta medida pretende, não só, criar vias de sustentabilidade para a agricultura como, também, promover o uso racional deste bem que está a se tornar raro”, avançou.

Por sua vez, Rompão, asseverou que a sua equipa aposta na consciencialização dos munícipes para a mudança de comportamento quanto ao ambiente e saneamento e acrescenta que a sua candidatura é única capaz de criar consensos que santa catarina precisa para atingir o desenvolvimento desejado.

O candidato à Câmara de Santa Catarina Armindo Freitas do (PAICV), traça “novas linhas” de candidatura, afirmando que pretende tornar Santa Catarina um “celeiro de Santiago e de Cabo Verde”. Logo a candidata Neida Rompão (UCID) exortou a promoção do sistema de rega gota-a-gota como estratégia de desenvolvimento agrícola daquele maior município de Santiago Norte.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project