Legislativas 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santiago Sul: Candidaturas lançam seus últimos cartuchos 16 Abril 2021

A poucas horas do encerramento das campanhas eleitorais, em entrevistas à comunicação social, as várias candidaturas ao circulo eleitoral de Santiago Sul avaliam como “positivos" os 16 dias de campanhas e mostram-se esperançosos em eleger a maioria dos 19 deputados para comporem a sua bancada parlamentar.

Santiago Sul: Candidaturas lançam seus últimos cartuchos

O PTS, liderado por Carlos Lopes “ Romeu di Lurdis”, encerra esta caminhada com um sentimento de “dever cumprido” já que, segundo o seu líder, “a mensagem do seu partido passou” e espera eleger pelo menos cinco deputados.

Lopes tem como ambição formar uma bancada parlamentar, daí que apela ao voto no seu partido e pede ao eleitorado que sejam eleitores “sem preço”, exercendo o dever, consciente, de voto e que votem, evitando assim, a abstenção.

No último dia de campanha, a caravana do PTS esteve no mercado do Platô para lembrar às vendedeiras de que são úteis não só para votar, mas também que têm poder de decidir sobre o desenvolvimento do País. Ainda, antes do fecho oficial da campanha, o PTS pretende percorrer toda a zona norte e sul da capital para últimos contactos.

Já o candidato número três da lista do MPD para Santiago Sul, Fernando Elísio Freire, tem “extrema confiança” de que no dia 18, que se aproxima, o seu partido vai ser “reeleito” com a maioria absoluta, uma vez que acredita que conseguiu transmitir a sua mensagem de um “Cabo Verde no caminho seguro”.

O candidato pediu aos cabo-verdianos que não “desperdicem os seus votos”, e que votem no partido que “garanta a estabilidade e o desenvolvimento” para Cabo Verde e que tenham atenção às manobras de compra de voto por parte do PAICV, que de acordo com ele, tem “duas caras”, porque “fala que é contra uma coisa na frente, mas é a favor por detrás”.

No último dia de campanha eleitoral, os “ventoinhas” percorreram o cais de pesca, passando pelo mercado de Sucupira e todos os bairros da zona norte e sul de Santiago Sul. Para encerrar a sua campanha vão realizar um minicomício na localidade de Achada Santo António.

A candidatura da UCID, encabeçada por Francisco Silva, que também faz um balanço “positivo” da campanha eleitoral tem como expetativas eleger pelo menos seis dos 19 deputados em disputa na região sul do país.

O candidato aproveitou para pedir que os eleitores “não fiquem em casa” e que exerçam o seu direito de voto de forma livre e consciente, apelando ao voto no seu partido como alternativa e pôr “um fim à bipolarização” instalada em Cabo Verde.

A UCID que tem como lema “ basta dos mesmos, Somos Opção, sim”” encerra a sua jornada com uma passeata nos diversos bairros da cidade da Praia para seu último contacto com o eleitorado.

O PAICV, liderado por Janira H. Almada, na voz de Carlos Tavares, o número cinco da lista dos “tambarinas”, mostra-se “confiante na vitória” e na eleição da maioria dos deputados do círculo eleitoral para executar o seu projeto de “um Cabo Verde Para Todos”.

O candidato aproveitou, ainda para denunciar “estratégias estranhas” da parte da candidatura adversária, MpD, no sentido de condicionar a votação das pessoas, "sobretudo aquelas cuja sensibilidade é para votar no PAICV".

Os “tambarinas” vão encerrar a sua campanha eleitoral com uma carreata, acompanhada da sua líder, JHA, com partida do largo do Estádio da Várzea para os principais pontos do concelho da Praia.

O Líder do PSD, João Além afirma “estar confiante” que desta vez irá eleger os deputados para os círculos das quais concorre.

Para Além, a população vai votar na “mudança” devido ao facto de estarem “cansados das promessas do MPD e PAICV".

Por isso, apela, sobretudo, aos jovens que no domingo, não se esqueçam de deixar os seus votos "para poderem, assim, defender os seus direitos e tudo quanto é preciso para que tenham um futuro risonho”.

Além, que fez sua campanha sob o slogan “Mudar Cabo Verde para dignificar o Homem” e que diz estar há vários anos a acompanhar o país e a lutar para melhores condições de vida para os cabo-verdianos, compromete-se, caso conquiste um lugar no parlamento, a levar a debate problemas que afligem as famílias como emprego, salário mínimo, pobreza e outros.

O líder do Partido Social Democrático e a sua equipa vão dedicar o último dia de campanha ao concelho de Tarrafal de Santiago, para reforçar o pedido de voto e apresentar a sua plataforma eleitoral.

Benvindo Reis, mandatário do PP, considerou que os cabo-verdianos foram enganados durante os últimos cinco anos e desafiou-os a votarem "conscientes" no Partido Popular, "para que haja mais equilíbrio no Parlamento", de modo a discutir e analisar questões do país e do povo "e não assuntos de partidos e de grupos como tem estado a acontecer".

Reis considerou ainda que o balanço da campanha é “positivo”, tendo em conta que puderam constatar in loco todas as "preocupações" e "desespero" do povo, por causa das "más políticas dos Governos neoliberais da esquerda, o PAICV, e da direita, o MPD", que quando chegaram ao poder "esqueceram-se do povo".

A caravana do PP, durante a última ação de campanha do partido, esteve no bairro mais populoso do País, Achada Santo António, apelando ao voto de confiança no sufrágio de domingo.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project