Legislativas 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santiago Sul/ Casos de campanha: Candidata do MpD denuncia alegada tentativa de agressão por militante do PAICV 10 Abril 2021

Regista-se mais um caso da campanha com a candidata a deputada do MPD, Edna Oliveira, a denunciar uma alegada tentativa de agressão por parte de um militante do PAICV, durante a sua passeata em Achada de Santo António.

Santiago Sul/ Casos de campanha: Candidata do MpD denuncia  alegada tentativa de agressão por militante do PAICV

Segundo a candidata conta à inforpress, no bairro do Brasil, perto da sede do PAICV houve a necessidade de intervenção policial, devido a uma confusão entre os militantes dos dois partidos.

“A provocação surgiu porque uma moça que é militante do PAICV veio por detrás atingir-me com uma garrafa. As outras pessoas viram-na e agarraram-lhe a mão e é por isso é que saiu a confusão. Ela disse-me mesmo, em voz alta, que vaime matar”, denunciou à imprensa a candidata Edna Oliveira.

A mesma fonte disse ainda que o MpD, antes de ter saído, deu orientações aos seus apoiantes de que não devem responder às provocações, porque o candidato do partido é uma pessoa “respeitável” e os ativistas e os apoiantes devem ser o “espelho do candidato”.

Entretanto, Edna Oliveira aproveitou este incidente para apelar aos ativistas para respeitarem a diferença e as outras candidaturas e para continuarem esta campanha “sem violência e acima de tudo com paz”.

“O MPD defende a democracia e o respeito pela diferença. Este foi o maior ganho que tivemos em 91. Liberdade de expressão e liberdade de escolha do partido político, é esse o nosso lema e vamos continuar assim até ao final, evitando qualquer situação de violência, de agressão física ou verbal”, almejou.

Segundo a mesma candidata ventoinha, a moldura humana que se verificou durante esta passeata em Achada Santo António, para o número cinco da lista, demonstra crença, a gratidão da população, e demonstra que a população quer continuar no “caminho seguro”.

Para Edna Oliveira citada pela Inforpress, Ulisses Correia e Silva foi um “bom capitão na tempestade” que Cabo Verde está a atravessar, pelo que a população reconhece o trabalho que ele fez.

Falando de propostas para a localidade de Achada Santo António, Edna Oliveira diz, adianta a inforpress, que a aposta passa pela capacitação dos jovens com formação a nível do CERMI e do IEFP, aumentar o emprego e apostar no desenvolvimento da parte social.

Isto porque, explicou, este bairro tem muitos problemas sociais, tem muitos idosos, tem problemas de consumo de álcool, de droga, de violência, mas o MPD tem um “programa forte ”para debelar estes grandes problemas”.

“O bairro de ASA é o maior bairro da capital e, de certa forma, os problemas de Achada são os problemas de Cabo Verde “, finalizou segundo a agencia cabo-verdina de notícias.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project