AUTÁRQUICAS 2020

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santiago\ Tarrafal: Candidatos afirmam sentimento de vitória 23 Outubro 2020

Ao penúltimo dia de campanha, os candidatos à câmara Municipal do Tarrafal não desarmam e mantém-se firmes no terreno à conquista dos votos necessários para a afirmação da sua plataforma, com todos a manifestarem ao Asemanaonline a convição na vitória nas eleições do próximo domingo.

Santiago\ Tarrafal: Candidatos afirmam sentimento de vitória

De visita à localidade de Lé Mendes, a candidatura de Holden Duarte, apoiada pela UCID, apresentou os seus projetos para aquela localidade, sublinhando a confiança num resultado positivo nestas autárquicas. A sustentar este sentimento está a convição do “descontentamento” dos eleitores com a “má governação atual”. Daí afirmarem-se “mobilizados a votarem na mudança”, justifica.

Entre as queixas dos locais desta aldeia piscatória, destaca Duarte as “injustiças” cometidas pela governação local encabeçada pelo atual candidato do MpD, Celso Ribeiro, de discriminação na distribuição de materiais de pesca “à semelhança dos outros companheiros do mar”. Uma situação com a qual a UCID não compactua e daí prometer “fazer diferente”.

Outra prioridade da agenda da UCID para com a localidade de Lé Mendes tem a ver com apoios e incentivos na habitação social e para o emprego para a juventude.
A construção de uma escola de Hotelaria e Turismo na referida localidade é outra das propostas da UCID para colmatar a alta taxa de desemprego juvenil. Entretanto, Holden Duarte resume a sua agenda de visitas com uma deslocação, amanhã, ao centro da cidade e a Chão Bom.

Celso Ribeiro, galvanizado pela presença do presidente do MpD e Primeiro-Ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, entre a sua comitiva numa deslocação na parte da tarde à região de Chã Bom, manifesta igual convição na vitória.

Entretanto, ele que mais cedo esteve em contatos, in loco, com os utentes do mercado municipal e do terminal de transporte na cidade de Mangue, perspetiva intervenções naquelas duas infraestruturas. Isto, salienta, por forma a dar-lhes maior “dignidade” e torná-las “mais funcionais”.

“O desenvolvimento é um processo continuo”, exclama Ribeiro que acrescenta que “as potencialidades de Tarrafal, serão valorizadas e “potencializadas", com os projetos que seráo implementados e materializados pela candidatura sob a sua liderança. É esta equipa que tudo fará para concretizar as aspirações de gerações de Tarrafalenses”, frisa o candidato à sua própria sucessão, apoiado pelo partido Ventoinha.

O Movimento Independente do Tarrafal (MIT), encabeçada por Cláudio Sousa visitou a localidade de Achada Moirão, tendo manifestado, igualmente, a sua motivação em relação à aceitação da sua plataforma. Otimismo esse justificado pela constatação, no terreno, da “sede de mudança” manifestada pela população desiludida com a “má governação da autarquia cessante.

Mais uma vez, Sousa enfatizou a preocupação da sua lista com a situação do êxodo das zonas altas do município, daí o enfoque da sua plataforma no desenvolvimento do turismo rural local e outros programas que “desencorajam” os moradores a abandonarem as comunidades rurais, particularmente em Achada Moirão.

Este afirma a potencialidade daquela região para esse tipo de turismo e enfatiza, como amostra, as várias residências dos emigrantes com as portas fechadas e que poderiam estar a ser alugadas para turistas, por exemplo. Caso vença as eleições, Cláudio Sousa promete aliar-se aos emigrantes para o desenvolvimento daquele setor e consequente dinamização da economia local.

O candidato acusa ainda um “sistema viciado”, em relação às eleições locais, com a compra de consciências, sem, entretanto, apontar os sujeitos desta “corrupção”.
A candidatura de José dos Reis, apoiado pelo PAICV esteve na aldeia de Fazenda com a promessa de forte investimento na requalificação da comunidade e a enfatizar, também, a certeza na vitória no pleito de domingo.

Naquela aldeia, que fica um pouco afastada da cidade, moram 74 eleitores registados e que vivem de agricultura e pesca. Da auscultação aos locais, Reis sublinha o sentimento de “abandono” dos locais, que, nem sequer têm energia elétrica. “Não há sinal de televisão e, acima de tudo, a estrada que dá acesso à localidade é ainda de terra batida”, exclama o candidato tambarina.

Neste sentido, Reis apela ao voto de mudança com a promessa de desenvolver a aldeia a partir do turismo e tirar o proveito das potencialidades locais, sobretudo, a “bela praia” local

Este Promete ainda adquirir embarcações táxis para o transporte de turistas do centro de Mangue para a Fazenda, para além de promover a melhoria das condições locais para uma estadia de qualidade por parte dos turistas.

Quanto à candidatura do grupo independente Unidos por Tarrafal de Domingos Semedo, a visita à comunidade de Ribeira da Prata foi uma oportunidade para apresentar as ideias da sua plataforma para a região, entre as quais a reativação da agricultura, que neste momento se encontra desativada por conta da falta de água. Para isso, pretende investir nos recursos hídricos. Isso, aliado à criação de parcelas de terreno para que os locais possam exercer a atividade agrícola.

Entretanto, Semedo afirma, na mesma linha, dos adversários, de que será eleito Presidente da Câmara no próximo domingo, pois por onde tem passado a mensagem dos eleitores é de que “o grupo Unidos por Tarrafal é a melhor alternativa para o concelho”, avança Semedo.

Por sua vez, uma das propostas é criar parcelas de terreno para exercerem atividade agrícola, não só como também levar a agua às zonas mais além para que estas pessoas possam também praticar a agricultura. Ainda esta quinta-feira, Domingos Semedo visitou as localidades de Biscainho, Atrás dos Monte e Bimbirim para consolidar as propostas já antes apresentadas.

Rita Ramos/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project