CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santo Antão: Candidatura a património mundial da agricultura deve avançar ao longo de 2019 22 Abril 2019

A candidatura da ilha de Santo Antão a património mundial da agricultura, no âmbito dos Sistemas Importantes Agrícolas Património da Humanidade (SIPAM), criados em 2002, deverá ficar concluída ainda no decurso deste ano.

Santo Antão: Candidatura a património mundial da agricultura deve avançar ao longo de 2019

Segundo revela a Inforpress, a candidatura de Santo Antão a património mundial da agricultura, a ser apresentada à Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), está a ser preparada desde Julho do ano transacto por uma missão encabeçada pelo Ministério da Agricultura e Ambiente, que espera ainda este ano concluir os trabalhos.

Existem no mundo 37 sítios reconhecidos como património mundial da agricultura, uma iniciativa do Programa das Nações Unidas para e Alimentação Agricultura (FAO), criada durante a cimeira mundial sobre o desenvolvimento sustentável, em 2002.

Os SIPAM são sítios ricos em biodiversidade e recursos genéticos que representam o sustento das populações, apresentando ainda diversidade de paisagens de alto valor estético.

Os municípios de Santo Antão têm estado a defender a classificação de toda a ilha como património natural da humanidade.

A promoção de Santo Antão com vista a figurar-se, até 2021, entre as 20 ilhas mais belas do mundo, constitui um dos desafios do Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável (PEDS) de Cabo Verde.

O PEDS, em vigor desde 2017, com uma vigência de cinco anos, destaca a aposta no ecoturismo e no turismo étnico como uma das vias para a promoção de Santo Antão como destino turístico e para se colocar esta ilha, nos próximos anos, entre as mais belas do planeta.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project