Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santo Antão: Eleitorado mostra-se preocupado com problemas sociais e candidaturas esclarecem papel do PR 04 Outubro 2021

As diferentes caravanas continuam as suas andanças pelos vales de Santo Antão, para, de zona a zona, passar as suas mensagens de forma tranquila e sem nenhum tipo de constrangimento em relação às candidaturas adversárias. Nas abordagens feitas aos eleitores, as equipas informam que as pessoas têm aproveitado as visitas para exporem as suas preocupações, mesmo sabendo que o Presidente da República tem um papel de mediador/influenciador e não de governante. Mas que têm também explicado que o vencedor das Presidenciais de 17 de otubro vai trabalhar em parceria com o atual executivo para resolver os problemas referidos.

Santo Antão: Eleitorado mostra-se preocupado com problemas sociais e candidaturas esclarecem papel do PR

Na cidade da Ribeira Grande, o diretor de campanha de José Maria Neves diz que as pessoas têm apontando preocupações de cariz social, principalmente no que tange ao “desemprego, à habitação e saúde”, mas que o candidato quer protagonizar uma magistratura de influência forte para, em parceria com o governo, trazer soluções os problemas. “Temos levando a mensagem a todas as localidades e esclarecermos as pessoas as ideias de José Maria Neves”, explica Armindo Cruz.

O mandatário alerta que ainda continua a existir candidaturas que compram votos, por exemplo, oferecendo materiais de construção a pessoas. Denuncia ainda entidades da Câmara Municipal que tomam parte nas campanhas, fazendo visitas porta a porta com distribuição de material de campanha.

Este domingo a equipa da JMN visitou as localidades de Lombo Branco e Agriões de Chã de Pedras e neste início de semana será a vez da Ponta do Sol.

A questão da justiça que tem sido assunto atual em todo o país, e não deixaria de ser apontado pelo eleitorado do concelho do Paúl, conforme indicou o diretor de campanha da candidatura de José Maria Neves, João Delgado, que também não deixou de mencionar a questão da VBG, do Abuso sexual de menores, do setor do turismo e da saída desenfreada de pessoas da ilha.

Problemas esses que João Delgado diz serem as principais preocupações dos paulenses, o que, a seu ver, tem feito com que haja uma certa desacreditação nos políticos, principalmente, refere, “quando não cumprem as promessas”. Por isso, acrescenta, “levamos sempre uma mensagem de confiança e que o nosso candidato merece sair vitorioso no dia 17 de outubro”. Santa Isabel e Eito foram alvas da visita neste domingo e amanhã a caravana de JMN prossegue em campanha no Cabo da Ribeira.

Neste domingo, o mandatário da candidatura de Carlos Veiga em Ribeira Grande, Francisco Dias, juntamente a dois grandes equipas, centraram-se nesse concelho para contactos com os eleitores, tendo, no período de amanhã, visitado o Vale da Garça.

Francisco verificou que, em Ribeira Grande o eleitorado não tem levantado grandes questões sobre problemas sociais durante a campanha. O mesmo justificou que, “as pessoas sabem que o Presidente da República não tem a função de resolver problemas nem governar.

“O que as pessoas têm referido são problemas que a autarquia tem tentando resolver, nomeadamente desencravamento de zonas, habitação social, entre outros”, explica Dias, acrescentado que as pessoas queixam-se, mas sabem distinguir o seu papel com o do executivo.

O mandatário garante que, Ribeira Grande é “um exemplo de como fazemos politica”, e que com as candidaturas adversárias “o relacionamento cordial, com amizade, dialogo”, quando questionado sobre o decorrer da campanha.

Já a candidatura de Fernando Delgado, liderada pelo diretor de campanha em Santo Antão Juvêncio Delgado, diz que a agricultura é uma das principais preocupações locais, principalmente quando se refere a “pragas e falta de escoamento dos produtos” que tem dado muito prejuízos aos agricultores.

O mesmo aponta que os jovens têm vindo a mostrar mais abertura em comparação com as pessoas mais idosas. Esta campanha, que indica estar a decorrer na normalidade, deu prioridade, neste domingo, aos residentes de Ribeira da Torre, Ponta do Sol e Figueiral de Paul.

Por sua vez, o candidato presidencial Gilson Alves afirma acreditar que as pessoas estão a ser tratadas como “vacas leiteiras” pelas instituições do Estado ligadas, por exemplo, em relação à electricidade e transportes, algo que “não deveria ser permitido”.

Gilson Alves teceu estas considerações após uma conversa com uma moradora do Paul, que desabafou com ele de estar a vender hortaliças para “desenrascar-se” e ter dinheiro para pagar luz e água, que aumentaram mesmo havendo “muito desemprego”.

Em relação às candidaturas de Casimiro de Pina, Joaquim Monteiro e Hélio Sanches, este jornal não conseguiu chegar à conversa com os respetivos mandatários ou diretores de campanha, apesar das tentativas feitas neste sentido.

AC/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project