SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Fabrico de grogue em Santo Antão: IGAE desmantela e apreende 14 mil litros de calda ilegal na ilha 31 Maio 2021

Sem avançar o local, a Inspeção Geral das Atividades Económicas (IGAE) apreendeu, no dia 28 de maio, em Santo Antão, 14.000 litros de calda em fermentação, sem as mínimas condições para o fabrico do tradicional grogue de cana sacarina.

Fabrico de grogue em  Santo Antão: IGAE desmantela e apreende 14 mil litros de calda ilegal na ilha

A informação foi avançada pela IGAE na sua página oficial, indicando que a calda em causa foi produzida e conservada ilegalmente ao ar livre e sem o licenciamento devido exigido pela lei em vigor no país.

Segundo revela a mesma fonte, o produto apreendido foi alvo de destruição no mesmo dia, 28 de maio - esta tem sido uma prática permanente das autoridades quando os produtores de grogue, principalmente em Santo Antão, Santiago e São Nicolau, violarem as condições fixadas na lei.

A Inspeção Geral das Atividades Económicas garante que tem vindo a realizar tais ações de fiscalização, "priorizando sempre o bem-estar da população cabo-verdiana". Mormente neste momento em que a nova vaga de covid-19 está a aumentar números de casos positivos em Cabo Verde, provocando, quase que diariamente, mortes por complicações associadas à doença, sobretudo em Santiago, São Vicente, Sal e Santo Antão.

Em Cabo Verde, as ilhas de Santiago, São Nicolau e Santo Antão são, conforme a reportagem deste jornal de 19 de março deste ano, os principais produtores de grogue, sendo que 82% da superfície da ilha de Santo Antão é ocupada por cana-de-açúcar, o grogue e derivados representam cerca de 30% do PIB, sendo o principal produto de exportação desta ilha.

AC/Redação

Link relacionado:
https://www.asemana.publ.cv/?Reportagem-Santo-Antao-Produtores-do-grogue-encaram-constrangimentos-na&ak=1

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project