POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santo Antão: PAICV tem como meta ganhar as eleições autarquias nesta ilha em 2024 – líder regional 29 Maio 2022

As estruturas do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV – oposição), em Santo Antão já definiram como “meta” vencer as eleições autarquias nesta ilha em 2024, anunciou hoje a presidente da comissão politica regional, Elisa Pinheiro.

Santo Antão: PAICV tem como meta ganhar as eleições autarquias nesta ilha em 2024 – líder regional

Elisa Pinheiro, que falava no encerramento da sexta assembleia regional da Região Política de Santo Antão do PAICV, disse que “os desafios” que se colocam, actualmente, a este partido nesta ilha são “enormes”, quais sejam vencer, dentro de dois anos, as eleições municipais no Porto Novo, no Paul e na Ribeira Grande.

“Os desafios que se colocam neste momento aos órgãos locais, sectoriais e regionais do partido são enormes. As nossas metas deverão ser claras, ou seja, vencer Porto Novo, Ribeira Grande e Paul em 2024 e posicionar-se para que Santo Antão possa dar a sua grande contribuição para a vitória do PAICV nas legislativas de 2026”, declarou Elisa Pinheiro.

Para isso, Elisa Pinheiro, eleita em Janeiro para o cargo de presidente da Comissão Política Regional do PAICV em Santo Antão, defendeu a necessidade de o partido estar “em perfeita sintonia” com os seus militantes e as estruturas e “através delas, sintonizar com as populações para que possa defender as suas legítimas aspirações”.

A assembleia regional deste domingo, que se realizou no Porto Novo, marca, para a líder do PAICV em Santo Antão, “uma nova etapa a nível do dinamismo político” nesta ilha, para a qual este partido, a seu ver, “já fez muito”, prometendo “motivar as estruturas” com vista a “resgatar o poder autárquico” já em 2024.

Esta assembleia regional, na qual foram eleitos e empossados os novos órgãos regionais para um mandato de três anos, contou com a presença do presidente do PAICV, Rui Semedo, que se referiu aos “grandes desafios” deste partido nesta altura, que é “mobilizar todas as forças, capacidades e energias para um PAICV mais forte possível”.

“Temos que ultrapassar as nossas divergências. Para resgatar o País em 2026 temos de pôr toda a máquina partidária a trabalhar com um único objectivo”, sublinhou Rui Semedo, que disse acreditar que o PAICV será capaz, pelas provas dadas, de mobilizar os cabo-verdianos com vista à vitória nas eleições autárquicas e legislativas em 2024 e 2026, respectivamente. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project