Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santo Antão: Candidaturas dizem que “Cabo Verde não está bem” e que os seus candidatos reúnem todas as condições para exercerem o cargo de PR 06 Outubro 2021

Os representantes das candidaturas a PR em Santo Antão dizem estar conscientes de que as condições naturais do país e a pandemia vieram agravar os vários setores de actividades e, consequentemente, a vida dos cabo-verdianos. Por isso, defendem que Cabo Verde precisa de um Presidente da Republica que trabalhe em parceria com o governo na elaboração e concretização de Políticas Públicas e que sejam, ao mesmo tempo, capazes de alcançar o bem-estar da sociedade, com o regresso à normalidade na fase pós-pandemia.

Santo Antão: Candidaturas dizem que “Cabo Verde não está bem” e que os seus candidatos reúnem todas as condições para exercerem o cargo de PR

O diretor de campanha de José maria Neves no concelho do Paul diz estar consciente de que devido a situação pandémica não era de esperar uma situação diferente daquilo que estamos a viver no país, de “fracos recursos financeiros”, que é “dependente da ajuda externa” e com uma “economia frágil”.

“Mas acredito que alguma coisa no setor social podia ser melhor principalmente no que tange à alocação dos apoios às famílias mais carenciadas, à saúde, à educação e mesmo ao suporte de alimentação, já que muitas famílias nessa pandemia perderam as suas rendas”, pontua João Delgado.

A mesma fonte assegura que o candidato JMN reúne todas as condições para dar volta ao estado em que todos se encontram, neste momento. “É um candidato atento, estudioso, conhecedor da realidade em todos os setores de atividade no país e é um homem com visão de futuro”, salienta.

Esta terça-feira a caravana de José maria Neves esteve em campanha a zona de Eito e esta quarta-feira tem agendado deslocações ao centro do concelho e arredores, e à localidade de Lombo Comprido.

Paulo Oliveira, da candidatura de Hélio Sanches, avançou, por seu turno, que nos contatos porta-a-porta se tem deparado com uma série de problemas que as pessoas expõem, e que isso, indica, é sinónimo de que “o país não vai bem” em vários setores.

Por isso, o mesmo pede as pessoas para acreditarem de que este candidato é um parceiro adequado para ser Presidente da República e que caso Hélio Sanches vença as eleições “ele vai exercer uma magistratura de influência junto do governo para tentar eliminar certas assimetrias”.

O candidato presidencial Hélio Sanches disse, esta terça-feira, à imprensa que vai utilizar a sua magistratura de influência junto do Governo para que a projecto de construção de um aeroporto em Santo Antão seja uma realidade.

A caravana de Hélio Sanches encontra-se já em Santo Antão, onde tem agendado, entre esta terça-feira e quarta-feira, mais uma ação de campanha na localidade de Janela de Paúl, Ribeira Grande, Ponta do Sol e Porto Novo.

A partir de Figueiral de Ribeira Grande conversamos com Juvêncio Delgado, diretor de campanha do candidato Fernando Delgado, que também partilha da mesma observação e que aproveita para chamar a atenção sobre a continuada existência de localidades encravadas, o que tem dificultado a vidas das pessoas.

Juvêncio, que também fala em nome da Localidade de Figueiral de Ribeira Grande, diz que a falta de infra-estruturas de lazer e desporto tem sido uma necessidade da camada jovem desta zona no interior de Santo Antão.

O mesmo relembra que foi construído uma placa desportiva que durou cinco meses porque não resistiu as chuvas - ficou danificado e já la vão quase 2 anos na mesma situação e sem previsão para ser recuperado.

“De uma forma geral a camada jovem precisa de atividades de lazer principalmente os mais novos do interior das ilhas”, analisou este jovem diretor de campanha, que disse que Fernando tem todas as condições para levar o país adiante, juntamente com o governo. Considera que ele é jovem e tem muitos sonhos que quer realizar.
As ações de campanha estão previstas para acontecerem este fim-de-semana, devido às fracas condições financeiras da candidatura de Fernando Delgado.

O concorrente Casimiro de Pina, que tem como lema nesta campanha eleitoral “Cumprir a Constituição”, chegou esta terça-feira a São Vicente, onde seguirá para Santo Antão - permanecerá alguns dias em contacto direto com o eleitorado da ilha.
Em São Vicente e Santo Antão prometeu, enquanto candidato, levar uma mensagem de confiança, assim como tem levado aos vários concelhos por onde já passou.

Tentamos entrar em contacto com as candidaturas de Joaquim Monteiro, Gilson Alves e Carlos Veiga, mas sem sucesso, apesar de várias tentativas neste sentido.

AC/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project