ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Miguel/25 Anos: “Temos motivos para estarmos orgulhosos dos ganhos alcançados nos últimos anos” – presidente da câmara 28 Setembro 2022

O presidente da Câmara Municipal de São Miguel mostrou-se hoje satisfeito com os resultados alcançados ao longo dos últimos anos e afirmou que os mesmos são “motivos de orgulho” para todos os micaelenses residentes e na Diáspora.

São Miguel/25 Anos: “Temos motivos para estarmos orgulhosos dos ganhos alcançados nos últimos anos” – presidente da câmara

Herménio Fernandes falava hoje, na sessão solene da Assembleia Municipal, em comemoração dos 25 anos da criação desse município do interior de Santiago, separado em 1996 como uma freguesia do concelho do Tarrafal.

O evento teve lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho e foi presidido pelo Presidente da República, José Maria Neves.

Em jeito de balanço da sua governação, elencou ganhos na infra-estruturação, desencravamento das localidades, água, agricultura, requalificação urbana e ambiental nos bairros e localidades, requalificação da orla marítima da cidade de Calheta, construção da drenagem de águas pluviais, construção de estradas de penetração e asfaltagem de estradas municipais em várias localidades.

Destacou ainda ganhos a nível da electrificação rural, na educação, com destaque para reabilitação de escolas e jardins infantis e municipalização dos serviços dos transportes escolares.

Por outro lado, o edil micaelense notou que o município de São Miguel é hoje um destino e palco de grandes eventos de promoção turística e da valorização da cultura cabo-verdiana, e ainda é uma “cidade limpa, verde, linda, acolhedora e cosmopolita”.

Esta alteração e conquista registadas nos últimos anos, segundo ele, deve-se aos esforços de todos os micaelenses residentes e na Diáspora e da boa parceria com todos os parceiros de desenvolvimento.

No entanto, Herménio Fernandes aclarou que tais ganhos “não aconteceram por mero acaso, mas, sustentou, são “frutos de uma visão, atitude desenvolvimentista, coragem, boas parcerias, determinação de uma liderança que não tem mãos a medir quando o assunto é valorização do território, cuidar do habitat e das pessoas”.

O autarca, que se comprometeu a fazer deste concelho. que tem 12.966 habitantes um lugar aprazível e com qualidade de vida, admitiu que este município considerado um dos mais pobres do País tem ainda “enormes desafios pela frente”, sobretudo a nível económico.

De entre os desafios e constrangimentos, destacou a construção um cais acostável e uma pequena marina para recreio, e a construção “com urgência” da via rápida Praia/São Miguel/Tarrafal, da estrada de penetração Chão de Horta/Mato Dentro e Igreja/Cutelo Gomes, e calcetamento Cutelo Gomes/Aguadinha, e construção de uma estação de transferência de resíduos sólidos urbanos.

Acrescentou ainda que São Miguel precisa de novas instalações para os serviços de bombeiros e Protecção civil, para a Delegação do Ministério da Educação, uma nova esquadra da Polícia Nacional, um Palácio da Justiça e a instalação da Comarca de São Miguel e secretaria das Finanças, e tem ainda o desafio de alojamentos turístico com elevada qualidade e da industrialização do sector agrário e pesqueiro.

Chefe de Estado felicita a Câmara

Por sua vez, o chefe de Estado, que felicitou o município pelos seus 25 anos de existência, defendeu que o desenvolvimento do concelho passa pela aposta nas suas potencialidades, nomeadamente agricultura, turismo e pecuária.

Na ocasião, José Maria Neves aproveitou para mais uma vez chamar a atenção dos autarcas cabo-verdianos da necessidade de se investir na melhoria da qualidade de vida das pessoas, tendo em conta que, segundo ele, os municípios nos últimos anos cresceram muito em termos do essencial e das infra-estruturas básicas.

Por seu lado, os eleitos municipais Salvador Silveira (Movimento para a Democracia, poder), e Euclides Moreno (Partido Africano da Independência de Cabo Verde, oposição) são de opinião que a instalação do poder local “valeu a pena” e trouxe “mais infra-estruturas” e permitiu instalação de várias instituições nas mais diversas áreas mais perto da população.

Não obstante os “ganhos consideráveis” em vários sectores de desenvolvimento, apontaram a requalificação urbana, o saneamento básico, o acesso à água, a casas de banho, oportunidades para juventude e famílias em dificuldades como “maiores desafios” desse município santiaguense.

Para assinalar os 25 anos do município e o seu santo padroeiro, São Miguel Arcanjo, foi realizada uma série de actividades desportivas e culturais, que arrancou no início de Setembro.

As celebrações terão o seu ponto alto esta quinta-feira, 29, com uma celebração eucarística em honra ao orago local, aprazada para as 11:00. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project