CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Nicolau: Agricultores da localidade de Estância de Brás preocupados com a falta de água 29 Dezembro 2022

Os agricultores do perímetro agrícola de Chã das Furnas em Estância de Brás, no município da Ribeira Brava, São Nicolau, estão “preocupados” com a falta de água, devido a avaria da bomba do furo que abastece o perímetro.

São Nicolau: Agricultores da localidade de Estância de Brás preocupados com a falta de água

Em entrevista à Inforpress, Victor Evangelista, presidente da associação comunitária local informou que há cerca de um ano o furo que abastecia os agricultores locais sofreu uma avaria e desde então os agricultores têm sofrido com a falta de água.

“A bomba avariou-se há mais de um ano e na altura na tentativa de tirar a bomba para o concerto a mesma caiu dentro do furo. Desde então ninguém apareceu para tentar encontrar uma solução para resolver este problema”, afirmou.

Segundo o mesmo, os agricultores têm vindo a ser abastecidos com água que vem da localidade da Fajã, contudo numa quantidade “insuficiente e sem regularidade”.

Também em declarações à Inforpress, Amália Rodrigues realçou que a situação é “bastante grave” tendo em conta que os agricultores passam até mais de 20 dias sem água para rega.

“Estamos a viver uma situação de calamidade, as plantações estão a secar por falta de água e este é o nosso sustento”, lamentou.

Rafael Almeida, um outro agricultor do perímetro desta localidade, também demonstrou a sua preocupação perante este problema que, segundo o mesmo, está a causar diversos constrangimentos às famílias.

“Desde a avaria na bomba estamos a passar por grandes problemas de água, praticamente já desisti das culturas pois não adianta de nada plantar e não ter como irrigar”, acrescentou.

Por sua vez, Manuel Caio e Elias Silva dizem obrigados a recorrem à água auto transportada para poderem manter as suas plantações, o que acarreta elevados custos.

“Compramos uma tonelada de água auto transportada por 1250 escudos que é um custo muito elevado, mas é a única alternativa que temos para mantermos as nossas plantações”, afirmou Elias Silva.

Manuel Caio diz ainda não entender como a localidade passa vários dias sem água, quando as autoridades podiam enviar água da localidade da Fajã.

“Na localidade vizinha da Fajã os agricultores têm três horas de água duas vezes por semana por plantação enquanto aqui temos menos que 30 minutos de água uma vez por semana”, sublinhou.

Os moradores da localidade de Estância de Brás reclamam ainda da falta de água para consumo doméstico.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project