Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Nicolau: Candidatos apostam em contactos porta-a-porta para apresentar plataforma eleitoral 02 Outubro 2021

Os representantes dos candidatos à chefia do Estado de Cabo Verde em São Nicolau estão a priorizar contatos porta-a-porta e mostram-se confiantes na vitória, cujas eleições acontecem no próximo dia 17 de outubro no país e na diáspora.

São Nicolau: Candidatos apostam em contactos  porta-a-porta para apresentar plataforma eleitoral

De acordo com informações recolhidas pelo Asemanaonline junto do representante do candidato José Maria Neves, Lozano Rodrigues, o primeiro dia de campanha que aconteceu ontem, foi tranquilo e a comitiva dessa candidatura teve uma “excelente” recepção do público.

Devido às restrições impostas no quadro da luta contra a pandemia de covid-19 e como forma de evitar aglomerações, este sábado a comitiva do candidato José Maria Neves esteve dividido em 2 grupos: um grupo esteve em Ribeira Prata e o outro permaneceu na localidade de hortelã em contacto porta-a-porta, levando a mensagem. Segundo Lozado Rodrigues, as pessoas têm de votar de forma consciente e nos candidatos da sua preferência que, na sua opinião vai ser no José Maria Neves.

“A mensagem que levamos ao eleitorado dessas localidades, foi a de uma campanha de elevação, chamando a atenção das pessoas para votarem de forma consciente e fazer análise entre os candidatos e não entre os partidos políticos que estão apoiar as candidaturas”, realçou.

Com objectivo de promover a candidatura de Carlos Veiga, candidato ao Presidente da República de Cabo Verde, a equipa deste concorrente em São Nicolau que não conseguiu iniciar a campanha eleitoral que tinham programado para ontem, devido a motivos de força maior, a mesma visitou hoje localidade de Ribeira Prata, onde esteve em contacto porta-a-porta com a população.

Já comitiva do candidato Hélio Sanches só vai começar a sua campanha na ilha de São Nicolau a partir deste domingo.

Ouvidos por este jornal, as candidaturas de Joaquim Monteiro, Casimiro de Pina e Gilson Alves avançaram que não têm mandatários nessa ilha e ainda não têm previsão para início da campanha em São Nicolau.

A candidatura de Fernando Rocha, que se autoproclamou ser o candidato mais pobre da história da política cabo-verdiana e que não possui representante na ilha de Chiquinho, contínua sem previsão da data para o arranque da campanha eleitoral em São Nicolau. Mesmo assim, Rocha desafia que está confiante que vai para a segunda volta das presidenciais, anunciando que por esta ocasião irá realizar a campanha na ilha.

Conforme o calendário aprovado pela CNE, a campanha eleitoral decorre entre as 00h00 de 30 de setembro até as 23h59 de 15 de outubro e em caso de uma segunda volta, ocorre em 31 do mesmo mês, com a campanha eleitoral entre 21 e 29 de outubro.

Maria Cardoso/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project