CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Nicolau: “É preciso dizer às pessoas para não meterem política no Carnaval”- presidente da câmara da Ribeira Brava 08 Mar�o 2019

O presidente da Câmara Municipal de Ribeira Brava, São Nicolau, Pedro Morais, defendeu, em declarações exclusivas à Inforpress, que é preciso dizer claramente às pessoas para não meterem política no Carnaval.

São Nicolau: “É preciso dizer às pessoas para não meterem política no Carnaval”- presidente da câmara da Ribeira Brava

Para Pedro Morais o Carnaval é um produto turístico e marca de São Nicolau e que as pessoas procurar a ilha “só por causa deste evento” e esquecem-se, até, dos atrasos na saída dos grupos.

Isto porque, afirmou, depois “o brilho é tanto” que vai ficando para trás as marcas negativas. Por essa e outras razões, Pedro Morais disse haver uma “clara consciência” que “há muito que fazer para melhorar” o Carnaval, em São Nicolau, particularmente na Ribeira Brava.

“Temos que organizar melhor”, pontuou o autarca, ressaltando a necessidade de se sentar à mesa, juntamente com os grupos, dizendo às pessoas claramente para não meterem a política no Carnaval, “uma festa popular” que “não tem a ver com a política”.

Aliás, avançou a mesma fonte que “houve neste ano tentativa de intimidar os grupos para não saírem”.

Pedro Morais, que não revelou nomes de onde partiram tais “tentativas de intimidação”, informou que os grupos chegaram a reclamar deste facto.

“O grupo Estrela Azul, por exemplo, não ia sair, disse claramente que não iria sair. Só saiu porque os figurantes forçaram a organização para a saída”, acrescentou, sublinhando que, mesmo com o ocorrido, viu-se no terreiro “obras de arte, música, folia, história de São Nicolau e o retrato de um povo resiliente” que “ama a sua terra” e faz de tudo para demonstrar que a ilha é “dona de uma identidade própria”.

Pedro Morais considerou que o Carnaval de São Nicolau é “genuíno”, uma festa para brincar, onde as pessoas se sentem “à vontade”.

“Nós pensamos que, realmente, é um produto que vale a pena apostar. O ministro da Cultura teve uma ousadia e hoje ele tem a certeza de que é um produto que vale a pena investir mais”, declarou o autarca.

Morais garantiu ainda que irá ver o que está a passar com o grupo Brilho da Zona, que este ano se retirou por alegadas dificuldades, e ver como é que se pode reorganizar para que possa sair nos próximos anos. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project