Legislativas 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Nicolau/MpD: Nelson Brito anuncia aposta num “turismo sustentável e diversificado” 15 Abril 2021

O cabeça-de-lista do MpD pelo círculo eleitoral de São Nicolau, às legislativas de 18 de abril, afirma que o turismo, como um dos vectores do desenvolvimento da ilha, vai ser priorizado no próximo mandato. Nelson Brito promete, caso o seu partido vença as próximas eleições desta semana, investir num turismo sustentável e diversificado que pode aproveitar as mais diversas potencialidades da ilha e promover o desenvolvimentos dos demais sectores, como a agricultura, a pecuária, a pesca e acultura. A candidatura ventoinha quer ainda fazer uma grande aposta nos transportes, especialmente aéreos, defendendo que o governo deve intervir na subsidiação de voos para São Nicolau.

Entrevista conduzida por: Maria Cardoso/Redação

São Nicolau/MpD: Nelson Brito anuncia  aposta num “turismo sustentável e diversificado”

A Semana: Como está composta a lista do MpD ?

Nelson Brito: A lista do MpD em São Nicolau cumpre a lei da paridade e faz uma aposta muito forte nas mulheres, que representam 60% da lista. Temos uma lista muito jovem, a mais jovem de todo Cabo Verde, com uma média de idade de 34 anos. Isto porque acreditamos e muito na juventude. No entanto, somos também a lista mais experiente em São Nicolau, pois já exercemos o cargo de deputado há alguns mandatos, com muita experiência e competência política. Todos os elementos da nossa lista têm formação.

Quais são as grandes apostas da candidatura do MpD para o desenvolvimento da i de São Nicolau?

- Temos uma visão para o desenvolvimento de São Nicolau. Essa visão está espelhada na nossa plataforma eleitoral, que temos vindo a debater com as pessoas mesmo antes da campanha, mas especialmente nas três Conferências que realizamos na campanha sobre o programa e a estratégia do MpD para o Desenvolvimento de São Nicolau.

Metas e setores estratégicos para a ilha

Os sectores estratégicos são as seguintes:

  • - A economia azul, com destaque para as pescas, nomeadamente a aquacultura do atum em São Nicolau, mas também intervenções nos caís de pesca do Tarrafal, da Preguiça e do Carriçal, disponibilização de mais gelo. Preconiza a contínua melhoria dos transportes marítimos, pois a acessibilidade para nós é absolutamente fundamental. A esse respeito, podemos confirmar que um novo barco estará no início do novo mandato a operar nos nossos mares e a beneficiar São Nicolau;
  • - O turismo, como um dos vetores do desenvolvimento da ilha, mas um turismo sustentável e diversificado (natureza, religioso, balnear, pesca desportiva, trekking, mergulho turístico, étnico, bird watching, cultural), que aproveita as mais diversas potencialidades da ilha e que promova o desenvolvimentos dos demais setores, como a agricultura, a pecuária, as pescas, a cultura, etc.. Para o desenvolvimento desse almejado turismo, faremos uma grande aposta nos transportes, especialmente aéreos, em que o governo vai intervir na subsidiação de voos para São Nicolau, mas também uma aposta forte na formação (vamos criar dois Centros de Emprego e Formação Profissional na ilha e um Pólo da Escola do Mar em Preguiça), no surgimento de pequenas e médias unidades de alojamento de qualidade e na promoção da ilha;
  • - A agricultura, com o seu potencial de emprego e rendimento por toda a ilha. Apostaremos ainda mais na mobilização de água, com destaque para a dessalinização, equipamento de furos e mais aposta na Galeria de Fajã, no financiamento de projetos e de investimentos (microcrédito, ecossistema de financiamento); na modernização da agricultura e nos transportes marítimos com melhores ligações aos nossos principais mercados;
  • - Uma saúde de qualidade na ilha, que para nós é absolutamente fundamental para a nossa população residente, mas também para os nossos emigrantes e turistas. Já investimos muito na saúde e a saúde que temos hoje em São Nicolau não tem comparação com a saúde que encontramos em 2016, com mais e melhor pessoal e mais e melhores equipamentos, mas queremos mais e trabalharemos passo a passo para que em 2026 São Nicolau tenha o seu hospital regional;
  • - O envolvimento de todos – governo, municípios, parceiros internacionais, ong, da banca, e principalmente dos privados e dos saniculaenses, residentes na ilha, no país e na diáspora. Todos teremos que remar na mesma direção para que São Nicolau dê esse salto no seu desenvolvimento.

Qual é a vossa meta em termos de mandatos a conquistar?

- A nossa meta é ganhar de forma clara e nos dois municípios e contamos ganhar porque sabemos que temos o apoio da população. As pessoas estão engajadas e vão votar no programa e estratégia de desenvolvimento do MpD para São Nicolau.

Que métodos tem utilizado para fazer campanha em tempos ?

- Porta-a-porta, conferências sobre temas como a Economia Azul, a Saúde e o Programa e a Estratégia de Desenvolvimento de São Nicolau, a nossa página de Facebook - MpD São Nicolau. Enfim, diálogo direto e aberto com as pessoas, sempre falando de soluções e apresentando propostas e compromissos para com a ilha.

Desafios e deficiente ligação aérea


Na sua ótica, quais são os principais desafios a vencer, na ilha ?

- Maior investimento privado na ilha, maior promoção da ilha e melhores ligações com a ilha, especialmente aéreas. Tudo numa ótica de garantir mais investimentos, mais empregos, mais rendimentos e mais oportunidades para os jovens e que, assim, consequentemente, optarão por ficar e residir na ilha, contribuindo para o seu desenvolvimento.

Quais os principais problemas verificados e que considera como obstáculo no desenvolvimento de São Nicolau?

- Pouco investimento privado na ilha, pouca promoção da ilha e deficientes ligações com a ilha, especialmente aéreas. Tudo isto leva à falta de oportunidades e à saída de jovens da ilha. Temos que reverter esse quadro.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project