NÔS TRADISON

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Nicolau recebe bailarino para promover dança contemporânea no âmbito do colectivo artístico Chiquinho 27 Agosto 2019

O bailarino Nuno Barreto encontra-se em Ribeira Brava, durante um mês, no colectivo de artistas projecto Chiquinho, para promover workshops, aulas de dança contemporânea, pintura urbana e pesquisa de danças tradicionais de São Nicolau.

São Nicolau recebe bailarino para promover dança contemporânea no âmbito do colectivo artístico Chiquinho

São Nicolau recebe bailarino para promover dança contemporânea no âmbito do colectivo artístico Chiquinho

Em entrevista à Inforpress, Nuno Barreto, elemento do grupo Raiz di Polon, disse que se encontra em São Nicolau para promover um projecto individual denominado “Badju ka bu Kába” através do qual pensa implementar o movimento das danças contemporâneas sobre as danças tradicionais.

Conforme explica, as danças tradicionais são “restritas”, mas ao associar-se a um movimento contemporâneo esta serve como “rampa de lançamento” para que os grupos de dança tenham reconhecimento a nível internacional.

“A dança contemporânea é ilimitada, é um movimento que te deixa livre em termos de expressão, de criatividade” disse.

O bailarino pretende ainda com este projecto “emancipar a dança” e não restringir a dança a “uma companhia de dança”, conforme disse, “a ideia é definir a dança a nível dos municípios” sublinhou.

“O objectivo é fazer com que cada ilha, cada município tenha dança contemporânea, um grupo de dança, um bailarino de dança contemporâneo, para que tenha uma representação mais global em termos de dança” explicou.

No município de Ribeira Brava, o artista encontrou um grupo denominado “Pé na Tchon” com o qual pretende passar este conhecimento, sensibilizar jovens a participar de workshops de dança e com o qual tem feito algumas intervenções de dança nas ruas.

Em relação ao projecto de pintura urbana ou “Culturbana”, como o chama, o artista pensa embelezar muros e paredes degradados com uma marca “Bonecas Mornas” para promover as bonecas de trapos tradicionais feitas à mão.

Durante a sua estadia, o artista aproveita para apresentar a peça “Cisne Preto” com a bailarina Luciene Cabral e terminar a montagem da peça intitulada “Estrato de Sociedade” que já tem estreia marcada para 26 de Setembro do corrente ano, no espaço Centro Cultural Português, conclui a Inforpress.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project