LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Tomé/Eleições: ADI foi o partido mais votado nas legislativas - CEN 26 Setembro 2022

A Ação Democrática Independente (ADI, oposição), liderada pelo ex-primeiro-ministro Patrice Trovoada, venceu as eleições legislativas de domingo em São Tomé e Príncipe, com um total de 36.549 votos, segundo os dados preliminares divulgados hoje pela Comissão Eleitoral Nacional (CEN).

São Tomé/Eleições: ADI foi o partido mais votado nas legislativas - CEN

Os dados provisórios da votação nas legislativas foram apresentados hoje à noite na sede da CEN, na capital são-tomense, mais de 29 horas após o fecho das urnas, uma demora que motivou protestos de militantes da ADI, que queimaram pneus perto das instalações da CEN, rodeadas por militares.

O presidente da CEN, juiz José Carlos Barreiros, escusou-se a apresentar a distribuição de mandatos por partido, como é habitual, remetendo para o Tribunal Constitucional essa tarefa, justificando que os partidos têm apresentado “discrepâncias” nas suas próprias projeções.

De acordo com os dados da CEN, o Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe/Partido Social Democrata (MLSTP/PSD), do primeiro-ministro Jorge Bom Jesus, foi o segundo partido mais votado, com 25.531 votos.

O movimento Basta, criado cerca de três meses antes das eleições, teve 6.874 votos, enquanto o Movimento de Cidadãos Independentes/Partido Socialista (MCI), que concorreu a estas eleições coligado com o Partido de Unidade Nacional (PUN), e que detinha dois deputados na legislatura anterior, obteve 5.120 votos.

A taxa de abstenção foi de 34,33%.

A declaração do presidente da CEN foi presenciada por observadores internacionais.

Algumas dezenas de pessoas, que se encontravam no exterior da sede da ADI, a duas portas do edifício da CEN, concentravam-se desde o final da tarde a criticar a demora na apresentação dos resultados. “Rua, rua, rua”,o povo não é palerma”, gritavam, de ânimos exaltados, atrás da barricada que fizeram com pneus a arder, no meio da estrada.

Os 123.301 eleitores são-tomenses votaram este domingo para escolher os 55 deputados ao parlamento, sendo que dois foram escolhidos, pela primeira vez, pelos círculos da Europa e de África por emigrantes em 10 países, incluindo Portugal.

No total, 11 partidos e movimentos, incluindo uma coligação, concorreram às legislativas.

Os eleitores da ilha de São Tomé também escolheram os seis presidentes de câmara, correspondentes aos seis distritos, enquanto no Príncipe, foi votado o governo daquela região autónoma.

Hoje de manhã, o presidente da ADI, Patrice Trovoada, reivindicou vitória, com maioria absoluta de 30 deputados, nas legislativas, e anunciou que iria assumir o cargo de primeiro-ministro. Já o MLSTP rejeitou que a ADI tivesse conquistado maioria absoluta e disse que as suas projeções apontavam para um resultado entre 22 e 24 deputados para o partido no poder. A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project