SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Vicente: Centro de Apoio a Doentes Mentais apresenta-se de cara nova através do Projeto “un parede de cada vez” e de doações 16 Julho 2021

O Centro de Apoio a Doentes Mentais de Vila Nova em São Vicente conheceu mais uma remodelação, cujas obras foram visitadas hoje pela Secretária de Estado da Inclusão Social, acompanhada de uma equipa camarária. Esta última manutenção foi considerada a mais profunda, em que o projeto “Un parede de cada vez”, coordenado por Baltazar Andrade “Balda”, veio trazer mais vida a este espaço, através da pintura de todo o centro e de doações de um emigrante-foi alvo de várias remodelações que o tornou um espaço acolhedor.

São Vicente: Centro de Apoio a Doentes Mentais apresenta-se de cara nova através do Projeto “un parede de cada vez” e de doações

Na manhã desta sexta-feira, 16, o referido Centro recebeu a visita da presidente da Câmara Municipal de São Vicente, Augusto Neves, da Secretária de Estado da Inclusão Social, Lídia Lima, e o Vereador de ação social, Rodrigo Martins. Tudo com o objetivo de ficarem a par dos resultados da requalificação e reabilitação já realizados no mesmo espaço.

Neste momento, o espaço conta com 40 utentes e segundo Lenilda Brito, coordenadora do Centro de Apoio aos Doentes Mentais, o mesmo já foi alvo de várias obras, mas “era preciso uma manutenção de fundo”, o que veio a concretizar depois de dois meses e pouco, graças ao conhecido “Balta” Baltazar Andrade, que através da sua equipa de jovens pintores conseguiu trazer mais cor no interior e exterior do centro.

Adianta ainda que, o centro recebeu doação do emigrante Carlos Delgado “Sky”, que inclui cadeiras de roda, colchões e lençóis. O centro, indica, recebeu algum apoio em termos monetários, mão-de-obra e verbas por parte da CMSV.

A coordenadora congratula-se pela principal remodelação que foi a vedação da parte externa do centro, mas que no entanto tem necessidade de mais cadeiras de roda e de, pelo menos, uma cama adaptada para utentes com problemas de mobilidade.
O Presidente da CMSV, Augusto Neves, sublinhou que está em andamento muitos projetos sociais que visam melhor a qualidade de vida da população de São Vicente e que este é um deles. O mesmo aproveitou para avançar que a autarquia tem um processo de restauração de todos os jardins infantis de São Vicente.

Lídia Lima, Secretaria de Estado da Inclusão Social, reconheceu que o espaço mereceu a intervenção feita e sublinhou a importância de todos se unirem para esses tipos de iniciativas.

A nível nacional Lídia Lima avança que, quer expandir o projeto “Un parede de cada vez” para as outras ilhas de Cabo Verde, principalmente para a ilha de Santiago, visto que esta iniciativa tem tido um impacto muito positivo em São Vicente.
Para a área social em São Vicente, Lima garante que vão trabalhar, atuando fortemente na prevenção e combate dos problemas sociais já existentes. “Na prevenção vamos dar uma tenção especial a infância e a adolescência, apostando fortemente na criação de espaços socioeducativos para crianças e adolescentes”, indica a governante, relembrando que um dos focos é ´Bairro de Irak localizada na zona de Ribeira de Julião, onde há muitas famílias a viverem ao lado da lixeira municipal.

O projeto “Un parede de cada vez” já realizou intervenções no Clube de Ténis do Mindelo, nos vários jardins da ilha. Para realização dos trabalhos de pintura, Balta conta também com o apoio de vários trabalhadores, sendo boa parte pintores artistas.

AC/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project