AMBIENTE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Vicente: Descoberta mais uma espécie de coral na Enseada de Coral da Laginha 26 Fevereiro 2022

O fotógrafo e ambientalista Guilherme Mascarenhas disse sexta-feira, em São Vicente, que foi descoberta mais uma espécie de coral na enseada de coral da praia da Laginha, local onde já foi catalogado mais de 10 espécies diferentes desses animais cnidários.

São Vicente: Descoberta mais uma espécie de coral na Enseada de Coral da Laginha

Segundo Guilherme Mascarenhas citado pela Inforpress, que falava durante o lançamento da versão digital do livro/catálogo “Espécies marinhas da Enseada d’Coral da Laginha”, no Centro Cultural do Mindelo, a descoberta foi feita há mais de uma semana pelo Biólogo Keider Neves, mas a nova espécie não consta do catálogo.

O mesmo explicou que o livro traz 421 fotografias de espécies da biodiversidade existente no local, com variações de cada espécie, juvenis, macho e fêmeas, entre outros.

No entanto, de acordo com Guilherme Mascarenhas, a ideia não era publicar um livro, mas preservar a enseada que sofre ameaças como a saída das águas pluviais e das águas dos dessalinizadores.

Para o biólogo Keider Neves, a enseada é um local com uma “biodiversidade incrível porque tem mais de 500 espécies catalogadas”. Isso, explicou, deve-se principalmente a três factores como a heterogeneidade de habitats, por ser uma zona bastante abrigada e pouco profunda e possui uma água quente e límpida que promove o desenvolvimento de corais.

Segindo a mesma fonte, Neves também informou que pode ser considerada um berçário de espécies, sobretudo, de peixe que procuram um refúgio, na fase inicial da sua vida, para fugir dos predadores e crescer.

No entanto, criticou que “em Cabo Verde há muito discurso pró-ambiente, em que muitas vezes defende-se que o País é muito rico com uma elevada biodiversidade”, mas sustentou que “não se faz muita coisa para salvaguardar o mar”.

“Apesar desses discursos, poucas são as políticas que se fazem no sentido de preservar o mar e seria melhor preservar o que temos agora do que futuramente restaurar o que temos perdido”, afirmou, apelando às autoridades a preservar o ambiente.

Conforme o biólogo Rui Freitas, a “Enseada de coral”, localizada entre a Laginha e a Matiota, é um local “importante” e considerado um laboratório para conhecimento da fauna e da flora marinha cabo-verdiana e para a educação ambiental.

Por causa disso, em Agosto de 2019, entregaram ao Governo uma proposta de criação do sítio de interesse científico da enseada de corais da Laginha, mas “nunca tiveram uma resposta”, refere a Inforpress.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project