NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Vicente: Evento Morna Fest vai este ano a São Nicolau e ao Fogo pela primeira vez 30 Novembro 2022

A 9ª edição do evento Morna Fest terá espetáculos este ano, pela primeira vez, nas ilhas de São Nicolau e do Fogo, para além dos habituais São Vicente e Santiago, anunciou hoje a organização.

São Vicente: Evento Morna Fest vai este ano a São Nicolau e ao Fogo pela primeira vez

Segundo o promotor do evento e produtor da empresa Boa Música Lda., Júlio do Rosário, as quatro actuações estão programadas para o Polivalente da Chãzinha, em São Nicolau, já esta sexta-feira, 02 de Dezembro, seguindo-se a ilha do Fogo, no Presídio, no dia 07, Santiago, na Assembleia Nacional, no dia 09, e São Vicente, na Pracinha do Liceu Velho, no dia 10.

O espectáculo de São Nicolau entra nas celebrações do dia do Município da Ribeira Brava e o bilhete custa 500 escudos e o do Fogo será gratuito, ao passo que em São Vicente e Santiago haverá bilheteira, a mil escudos a entrada individual.

“Razão para a concretização desta edição é a forma como o evento tem estado a ser acolhido, mas sabemos que a cada ano traz mais exigência, trabalho e dificuldades”, lançou Júlio do Rosário, concretizando que se trata de uma “luta árdua” que os músicos e artistas ajudam a travar para a promoção e homenagem da morna, “que hoje já não é exclusiva dos cabo-verdianos, pois é Património Imaterial da Humanidade”.

Do vasto leque de artistas e vozes previstos para actuar nos quatro espectáculos, a organização anunciou Cremilda Medina, Assol Garcia, Jorge Sena, Maria de Barros, Dudu Araújo e Calu Bana, que vêm da diáspora, para além de um leque diversificado de vozes que residem em Cabo Verde como Mirri Lobo e Dany Lobo, entre muitos outros.

A banda suporte é o mesmo dos anos anteriores, apenas com uma mudança, a entrada de Toi Vieira nos teclados, mas, como sempre, Bau mantém-se na direcção artística.

Segundo Júlio do Rosário será uma semana de actividade em quatro ilhas com uma caravana de cerca de 30 pessoas entre músicos, artistas e operacionais.

“A ideia é dinamizar e movimentar essas ilhas, para as suas gentes abraçarem a morna e mostrar a quem nos deu o crédito e transformou-a em Património Imaterial da Humanidade que aqui no País estamos a fazer aquilo que deve ser feito para a sua promoção, cada dia mais”, sintetizou a mesma fonte.

Na conferência de imprensa da manhã de hoje, o promotor do Morna Fest esteve ladeado por Cremilda Medida, Assol Garcia e Jorge Sena, trio que, a pedido da Inforpress, lançou as expectativas para a semana de concertos em quatro ilhas:

Cremilda Medina: “Agradeço sempre o convite para homenagear a morna em Cabo Verde, principalmente em São Vicente onde comecei a cantar, e espero a adesão da população para uma grande festa porque, afinal, a morna é de todos”.

Assol Garcia: “Para mim é sempre um privilégio regressar ao meu berço e com certeza que serão quatro espectáculos especiais pelo que convido a todos a estarem presentes para celebrarmos a nossa identidade”.

Jorge Sena: “É a primeira vez que entro no projecto, mas abracei-o com todo o carinho, graças ao esforço do promotor e a minha paixão pela morna, pelo que deixo o convite a todos porque a morna é a música rainha da nossa terra”.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project